quinta-feira, junho 24, 2010

Ciao, Azzurra!

Admito que a Itália me fez de trouxa nessa Copa. Jogou bem contra o Paraguai e pensei que evoluiria progressivamente na Copa. Mas acabou se transformando em mais uma ópera-bufa. Fez um jogo horrível contra a Nova Zelândia e um ato dramático diante da Eslováquia.

Mas o que fica é a imagem terrível de uma seleção quatro vezes campeã do mundo que consegue sofrer um gol em cobrança de lateral. Nem na nossa pelada no Clube Paineiras do Morumby isso acontece mais.

É má notícia para a Copa que duas seleções campeãs mundais sejam eliminadas já na primeira fase. Mas a Copa pune. E abre oportunidade para, quem sabe, surja um novo campeão do mundo. Afinal, já nas oitavas mais um ganhador de Copa estará necessariamente fora, Inglaterra ou Alemanha. Mais um europeu que ficará pelo caminho. Bom para Brasil, Uruguai e Argentina.

Para 2014 será importante observar o que poderão fazer Itália e França, que tiveram times envelhecidos na África do Sul.

5 comentários:

Anônimo disse...

Hoje foi compravada a fragilidade e velhice da seleção Italiana, sem conseguir se renovar e muito dependente de Pirlo, teve momentos que demonstrou total falta de empolgação em campo. A Itália não tem um celeiro de craques a cada 4 anos como Brasil e Argentina...chega a ser preocupante.

Anônimo disse...

Sejamos sinceros em 2006 os times europeus já eram "ridículos", os times sulamericanos, entenda-se Argentina e Brasil, tropeçaram na própria impáfia e soberba, pois sabiam que eram os melhores do mundo, porém não conseguiram por em prática a teoria em uma Copa e na fase do mata-mata, lógico é matar ou morrer.
2010, os times europeus envelhecidos deixaram a mediocridade do futebol europeu mais evidente.
Conte nos dedos de uma mão os craques europeus, sobrarão dedos.
Meu amigo tomara que a truculência dunguesca consiga barrar nossos vizinhos argentinos!

Nori, já foi para um lugar mais quente?

Mozart

Anônimo disse...

Sejamos sinceros em 2006 os times europeus já eram "ridículos", os times sulamericanos, entenda-se Argentina e Brasil, tropeçaram na própria impáfia e soberba, pois sabiam que eram os melhores do mundo, porém não conseguiram por em prática a teoria em uma Copa e na fase do mata-mata, lógico é matar ou morrer.
2010, os times europeus envelhecidos deixaram a mediocridade do futebol europeu mais evidente.
Conte nos dedos de uma mão os craques europeus, sobrarão dedos.
Meu amigo tomara que a truculência dunguesca consiga barrar nossos vizinhos argentinos!

Nori, já foi para um lugar mais quente?

Mozart

Tácito disse...

Noriega, já te ouvi dizer mais de uma vez que a seleção suíça não fez nem tomou gols em 2006. Na verdade a Suíça fez 4 gols, vencendo dois jogos por 2 a 0. Quatro 0 a 0 seguidos seria um tanto estranho, não?
Abraço.

Fernando disse...

Qual o maior mico da copa?

1. Thierry Henry pedindo toque de mão do jogador uruguaio
2. Os problemas de relacionamento da seleção francesa
3. O árbitro Stephane Lannoy perguntando para o Luís Fabiano se o segundo gol contra Costa do Marfin foi com a mão
4. O Dunga xingando o Alex Escobar
5. O técnico francês Raymond Domenech que se negou a cumprimentar o Parreira
6. A eliminação da seleção francesa
7. A eliminação da seleção italiana

Por favor, respondar aqui http://www.mafiadoapito.com.br/ConteudoVisualizar.aspx?id=75

Abraço, Fernando
http://www.mafiadoapito.com.br/Blog.aspx