sábado, junho 26, 2010

Brasil x Chile,

o que esperar?


Em condições normais de temperatura e pressão, o Brasil não tem porque temer o Chile. Acontece que estamos assistindo a uma Copa que não vem sendo disputada nessas condições normais. É uma Copa diferente, esquisitona, cheia de zebras, de empates e surpresas.

Além disso, essa seleção brasileira também é uma equipe diferente do padrão do nosso futebol.

Penso o seguinte: se o Chile partir de peito aberto para encarar o Brasil, tem tudo para se dar mal. A defesa chilena é o setor mais fraco do time, falta técnica individual. Do meio-campo para frente, contudo, é um bom time, leve, insinuante, que joga quase sempre com três atacantes e dois meias ofensivos.

O Brasil é esse que conhecemos. Uma defesa sólida, excelente. Um meio-campo carente de criatividade e um setor ofensivo que é fatal no contragolpe.

Por isso acho que será bom para o Brasil se o Chile acreditar que pode encarar de igual para igual. Se decidir jogar dessa forma, o time chileno dará ao brasileiro as armas que ele usa com mais habilidade. A roubada de bola e a transição rápida, precisa, fatal.

Caso marque atrás da linha da bola como fizeram Coréia do Norte e Portugal, o Chile obrigará o Brasil a jogar com seus volantes, que têm demonstrado muita dificuldade na saída de bola.

Nesse caso caberá ao Chile o contragolpe. Provavelmente pelo lado direito do ataque, com Alexis Sanchéz, que é um ponta mesmo, driblador, vai ao fundo. Será que Dunga manterá Michel Bastos ou escalará Gilberto para duelar com Sanchéz?

Do lado esquerdo, Beausejour cumpre o mesmo papel. O centroavante costuam ser Suazo, que é trombador e pouco técnico. Contra a Espanha jogou Valdívia nessa posição, e foi mal. Rende melhor como meia pela direita, com Mark Gonzalez pela esquerda.

No Brasil, com Elano, Kaká e Robinho de volta, o time ganha muito mais qualidade se comparado ao que empatou com Portugal. Elano tem sido, taticamente, o principal jogador do time. Kaká e Robinho têm a individualiade que faltou diante dos portugueses.

A defesa chilena será a reserva. Bom para o Brasil. Carmona deve retornar ao meio-campo andino (bonito isso!) e talvez seja o encarregado de vigiar Kaká mais de perto.

Segunda-feira teremos as respostas.

5 comentários:

Luciano disse...

Amigo Norasca, torço para o Chile do corajoso Bielsa, que busca o gol o tempo todo e não fica na retranquinha como tantas seleções medíocres que vimos jogar nessa Copa.

Torço para o Chile de Valdícia que é um grande passador de bolas e capaz de meter bolas decisivas, uma espécie de Ronaldinho chileno, um Ganso andino, desculpe-me o exagero.

Torço para o Chile destes jogadores jovens que abraçaram a estratégia ofensiva de seu treinador e que, apesar de limitados, não cessam de tentar o ataque e o gol.

Torço enfim para o Chile porque torço para o Brasil, e o melhor modo de o Brasil voltar a ser o Brasil é que o Chile vença e acabe com a mediocridade de Dunga e seus comandados.

Viva o Chile, portanto, e nos vemos em agosto, nos EUA, torcendo muito para o Brasil de Ganso, Ronaldinho, Neimar e cia!

Tiago Cruz disse...

Prezado Noriega,
parabéns por EUA X GANA.
Caso você tenha tempo, dá uma olhada na singela homenagem do http://www.hajamuuitosaco.blogspot.com/
Abs,
Tiago Cruz

Anônimo disse...

Caro Luciano,

O Dunga pode ter todos os defeitos do mundo, mas daí torcer para o adversário não dá!!
Faz o seguinte, na hora do jogo, abre um bom vinho chileno, relaxa e torça pelos 3x1 contra o Chile!!

Abraço
André Antunes

Anônimo disse...

O Brasil precisa parar de jogar com 2 primeiros volantes, a Alemanha joga com dois volantes se apresentando para o ataque, a Argentina nem se fala, com o magnífico Veron.

Nori, estou em uma encruzilhada, se o Valdívia for bem ele pode desclassificar o Brasil, porém não vem para o Palmeiras, acho que o meu lado chileno esta me chamando!!

Sérgio Nunes disse...

ouví hoje de um aluno meu... Kaká e Robinho fazem uma Falta!! Felipe Melo só faz Falta... e o Júlio Baptista não faz Falta nenhuma!