domingo, fevereiro 08, 2009

Velocidade palmeirense
deixa Santos atordoado


A velocidade do jovem time palmeirense foi o fator determinante para a vitória sobre o Santos no primeiro clássico do Paulistão.

Não seria absurdo se o Palmeiras tivesse feito cinco gols nos primeiros 20 minutos de jogo, enquanto o time do Santos assistia, atônito, às arrancadas de Keirrisson, Williams e Kleiton Xavier.

Mas não fez. Os dois marcados aconteceram graças a uma falha de Fábio Costa e, depois, a um pênalti que foi lance de pura interpretação. Fábio Costa toca em Keirrison, mas será que o suficiente para derrubá-lo? O juiz acho que sim. Acho que não foi absurdo marcar e também não seria o fim do mundo não marcar. Absurda, sim, foi a falha de Adaílton

O Santos se equilibrou, conseguiu acertar a saída de bolas e levou perigo ao final do primeiro tempo. Mas quando Lúcio Flávio começava a jogar, não voltou para o segundo tempo. Com 44 segundos, Keirrison, impedido, fez 3 a 0. Kléber Pereira ainda diminuiu, mas o cansaço palmeirense também se verificava entre os santsitas, que correram atrás do resultado durante todo o segundo tempo. No final, Cleiton Xavier brilhou, com inteligência e talento, levando os donos da casa aos 4 a 1. Resultado que não reflete a superioridade verde no primeiro tempo e também não faz justiça à luta alvinegra na segunda etapa.

Conclusões: o Palmeiras é rápido, insinuante e tem elenco para poupar suas estrelas para a Librtadores. Apenas a zaga ainda não se acertou nas bolas aéreas. Edmílson compensa a insegurança de Jeci.

O Santos ainda não se encontrou taticamente. Mas tem time para jogar melhor. No entanto, falta elenco, faltam opções para mudar um jogo, alterar o sistema tático. E a zaga precisa de alguém para jogar ao lado de Fabiano Eller, o único confiável.

2 comentários:

Anônimo disse...

Realmente o time do Palmeiras está jogando um futebol agradável de ver, com toques rápidos e alguns lances inteligentes como o passe do Cleiton Xavier para o Lênny no quarto gol. Mas daria para melhorar ainda mais com pouco investimento, só precisa arrumar um zagueiro melhorzinho e alguém pra entrar no lugar do Diego Souza, pelo que ele tem jogado, acredito que até no próprio elenco do Palmeiras deve ter alguém capaz de substitui-lo com mais competência.

Danilo disse...

Outro detalhe,o Palmeiras desembarcou na sexta no Brasil depois de jogar na altitude ridícula de Potosi.
Imaginem este time mais entrosado e descansado!