quinta-feira, maio 27, 2010

Seleção zangada

essa do Dunga


É forte e competitiva essa Seleção Brasileira que já pisou o solo da mãe África. Mas também é zangada, carrancuda, mal-humorada, sem carisma.

Vá lá que o beija-mão em Brasília seja mera formalidade política, para satisfazer o ego dos presidentes, mas Dunga cumprimentar o Lula com uma das mãos no bolso é, no mínimo, falta de educação. Se ele gosta ou não da pessoa, deveria pelo menos respeitar o cargo. Ali estava o mandatário do País, o brasileiro que, naquele momento, representa o líder de uma Nação democrática, seja qual for o partido.

A frieza do torcedor em Curitiba reflete a falta de empatia desse time. Talvez o sorriso de Robinho e a simpatia de Kaká destoem de um grupo cheio de "estrangeirismos" comportamentais, que faz de um desejo de vingança e resposta sua motivação maior.

A Seleção pode até ganhar a Copa e todos torceremos por isso, mas o troféu de antipatia ela já tem amplo favoritismo.


Pitacos do Brasileirão


O jogo da rodada foi no Barradão. Que beleza! Golaços, belas jogadas, e um triunfo incrível do atrevido time do Vitória sobre o Galo.

No Fla-Flu, o Tricolor conseguiu um resultado importante, que dá paz e confiança a Muricy, que tem tudo para se dar bem com um elenco que está sendo reforçado e contará com Fred e Conca, esse um sonho antigo do ex-treinador de São Paulo e Palmeiras. Conca joga muito e com certeza evoluirá nas mãos de Muricy.

Ao Flamengo resta levantar a cabeça e esquecer do Império do Amor.

No clássico paulista, dois tempos claramente divididos. No primeiro o São Paulo atacou e o Palmeiras defendeu. No segundo, inversão de fatores, com o Verdão atecando e o Tricolor defendendo após fazer 1 a 0, num lance bonito de Fernandinho e de pura infantilidade de Maurício Ramos, que Fernandão converteu.

Rogério Ceni, de novo, foi decisivo, ao pegar o pênalti meia-boca de Ewerthon. Curioso é ver que o torcedor do São Paulo, que tanto reclamava do defensivismo de Muricy, agora curte o que? O defensivismo de Gomes, que falou em mudar mas acabou repetindo tudo que o antecessor fazia, mesmo sem ter Fernandão. O Palmeiras, embora mais organizado do que costumava ser, tem um ataque de riso. O gol é um martírio para os homens de frente palmeirenses.

Gol que Jonas mostra saber fazer como poucos pelo Grêmio.

Num jogo de arbitragem confusa, cheia de erros para todos os lados, o Corinthians manteve a liderança ao empatar com o Grêmio de Prudente. Segue jogando abaixo do que pode o Timão, mas colecionando pontos. No clássico contra o Santos vai pegar um time que parece criança de castigo. Fica carrancudo, fazendo bico. Neymar e Ganso estavam assim e foi difícil ganhar do Guarani. Marcel, vejam só, acabou mudando a história do jogo.

5 comentários:

rafa disse...

ATLETICO ENTREGO PRO VITORIA!! O TIME DO VITÓRIA É RIDICULO VAI TOMA 5 DO SANTOS DENTRO DE CASA, O PROBLEMA FOI OS TRAPALHÕES...
WERLEY É O PIOR ZAGUEIRO DO BRASIL.

Marcelo Suyço disse...

Noriega, Bela analise, principalmente do Corinthians que agora é refem de algo que não sei explicar.. mas que quando joga no 433 é brilhante.
Sobre Dunga.. Sei lá.. vou torcer mas é outro Zagallo no melhor estilo, vcs vão ter que me engolir...rssssssssss

Renato disse...

Até que o dunga foi educado. Ganhou pontos comigo pelo menos.

Eu comprimentaria o Lula tirando uma catota do nariz. rsrs

Ruver Rangel Fortunato disse...

noriega!

tudo bem?

parabéns pelo seu blog...

pode visitar o meu blog esportivo?

http://olugardoboleiro.blogspot.com/

sou seu fã!

seria honra recebê-lo lá.

Anônimo disse...

Nori, o Dunga levou muito a sério o fato que, em época de copa do mundo o treinador brasileiro é mais importante que o presidente...

Fora isso o dunga se posiciona como sempre, na defensiva com muita "raça".

Mozart