domingo, setembro 06, 2009

Parabéns, Dunga!!!!!


Não se ganha da Argentina, lá, a toda hora. Ainda mais por 3 a 1 e de forma categórica. O Brasil, como já se sabia, chega a mais uma fase final de Copa do Mundo. O que importa é que chega com um time pronto. Goste-se ou não de Dunga, que eu sigo achando que pela ordem natural das coisas não deveria ser o técnico da Seleção. Mas o que eu acho não pode ser mais importante do que os fatos.

E os fatos mostram uma Seleção Brasileira forte, competitiva, séria e concentrada. Que vem melhorando de forma consistente e tem grandes jogadores em grandes fases. Kaká jogou demais contra a Argentina, ofuscou Messi. Luis Fabiano é dos melhores centroavantes do mundo. Júlio César é decisivo. Elano, um jogador fundamental nos dias de hoje, taticamente versátil e muito bom nas cobranças de falta e jogadas ensaiadas.

Em relação ao treinador Maradona, Dunga fala menos e trabalha mais - e melhor. A Argentina é um arremedo de time, mesmo tendo muitos bons jogadores. A defesa é horrorosa. Mas dá para fazer coisa muito melhor do que faz Maradona. Ou será que o técnico do time é o Mancuso? Porque Dieguito, de quem sou fã declarado, ontem só engoliu um banquete de unhas, regado a chocolate brasileiro.


Parabéns, Muricy!!!

Diz-se por aí, e eu não concordo, que Muricy Ramalho é um técnico que não sabe mexer nos times que dirige. Pois ontem renovei minha convicção de que ele sabe, sim. O Palmeiras sofreu para ganhar do Barueri por 2 a 1 e só ganhou porque Muricy mexeu - e bem - no time.

O que fez Muricy? O time jogava com uma linha de 3 zagueiros, Danilo, Marcão e Maurício, com Souza tentando fazer a função de volante e de ala pela esquerda. Não conseguiu. Marcão também fazia, ou tentava, o híbrido zagueiro/ala. Sem sucesso. O time tinha dificuldades na saída de bola, que era bem marcada pelo competente Barueri.

Muricy mexeu no time sem falzer alteração. Começou o segundo tempo com Marcão de ala, e Edmílson de líbero, coordenando a saída de bola mais de trás, com Souza marcando no meio. O time melhorou e conseguiu um resultado importantíssimo.

6 comentários:

Vágner disse...

Para uma pessoa que quer ser um comentarista de futebol sério deveria pelo menos ler as regras, fiquei imensamente decepcionado com o comentário estaparfúdio que você fez no jogo entre Palmeiras e Barueri.

Falar que o puxão de camisa no adversãrio que o zaqueiro do Palmeiras não é antijogo e que o cartão é questão de critério do juiz é um absurdo descomunal. E para piorar você soltou a pérola que o cartão amarelo somente se ele estivesse indo para o gol... Meu Deus, torcer até pode, mas distorcer as regras não.

Um juiz pode interpretar tudo em um jogo, até trocar faltas e tudo mais. Um jogador pode tirar a bola com a mão de dentro do gol (depois de passar da linha) e o juiz pode dizer que a bola não entrou e que o jogador não teve a intenção, alias o juiz pode tudo.

Mas um comentarista sério não tem esse direito.

Espero que você seja uma pessoa adulta e crescida para se retratar junto aos telespectadores e dizer com todas as palavras : "Eu errei."

Nori disse...

Vágner, se fosse tão absurdo assim, não seria vc o único a passar por aqui e reclamar. Quem é vc para falar em seriedade, em direito e em pessoa adulta e crescida.
Aliás, sua estapafúrdia argumentação sobre o que o juiz pode e não pode e o que o comentarista pode e não pode é nonsense puro.
Você demonstra clara falta de conhecimento da regra e das diretrizes para
árbitros ao falar de antijogo e puxão de camisa. Entre as diretrizes está o seguint texto: nenhuma ação disciplinar adicional deve ser tomada em outras situações de segurar um adversário.
Não preciso nem devo me retratar a você especificamente, o único indignado de plantão.
Seja menos preconceituoso, informe-se melhor e volte sempre, se quiser.

Vágner disse...

Infelizmente alem de ERRADO, você não admite o erro.

Vejamos o que diz a orientação da Fifa... para ficar bem claro mais especificamente a REGRA 12 :

Seria interessante você ler e entender o que está escrito.

----------------------
Regra 12 - Falta e Conduta Antidesportiva

"As faltas e conduta antidesportiva serão sancionadas da seguinte maneira:

Tiro livre direto

Será concedido um tiro livre ao time adversário se um jogador cometer uma das seguintes seis faltas de uma maneira que o árbitro considere imprudente, perigosa ou com uso de força excessiva:
- dar ou tentar dar um pontapé no adversário;
- dar ou tentar dar uma rasteira colocando o pé na frente do adversário;
- saltar sobre um adversário;
- carregar contra um adversário de maneira violenta, perigosa;
- agredir ou tentar agredir um adversário;
- empurrar um adversário;
- ao dar um carrinho (rasteira), tocar o adversário antes de tocar a bola;
- agarrar, segurar, ou cuspir no adversário.
Será concedido um tiro livre direto ao time adversário se um jogador cometer uma das seguintes quatro faltas:
- no momento de luta pela bola, dá um chute no adversário antes de tocar na bola;
- agarrar um adversário;
- cuspir num adversário;
- tocar a bola com as mãos deliberadamente (com exceção do goleiro dentro de sua pequena área/área penal).
O tiro livre direto será lançado do local onde foi cometida a falta.
"

Sanções / punições disciplinares
Faltas punidas com advertência

Um jogador será advertido e receberá o cartão amarelo se cometer uma das seguintes sete faltas:
1. for culpado de conduta antidesportiva;
2. ofender com palavras ou ações;
3. infringir persistentemente as Regras de Jogo;
4. retardar o reinicio do jogo;
5. não respeitar a distância regulamentar de um tiro/chute/lance de escanteio ou tiro livre;
6. entrar ou voltar a entrar no campo sem a permissão do árbitro;
7. abandonar deliberadamente o campo sem a permissão do árbitro.


Faltas punidas com expulsão

Um jogador será expulso e receberá o cartão vermelho se cometer uma das sete seguintes faltas:
1. for culpado de jogo perigoso grave;
2. for culpado de conduta violenta;
3. cuspir num adversário ou qualquer outra pessoa;
4. impedir um gol intencionalmente com a mão ou obstruir/impedir a oportunidade marcação do gol (isso não vale para o goleiro dentro da sua própria pequena área);
5. impedir/obstruir a oportunidade de marcar gol de um adversário através de falta que deverá ser punida e resultar num tiro/lance de pênalti;
6. empregar linguagem ofensiva, grosseira e obscena;
7. receber uma segunda repreensão durante a mesma partida.

Nori disse...

Infelizmente, vc é bom no ctrl c + ctrl v mas não consegue interpretar o espírito da regra. Mas é seu direito, cada um entende o que quiser entender. Como o Abade entendeu que era para cartão, eu acho que não era, porque vi que era apenas falta. Mas como vc passou na prateleira da locadora e alugou a verdade, não perderei meu tempo explicando o porque de não achar conduta antidesportiva.
Siga sua vida e seja feliz.

Marcello disse...

Caramba, esse tal de Vágner é pouco chato.

A vida do cara deve ser interessantíssima.

Jesus The Lord disse...

Entendo o lado do Vagner, de discordar e emitir opinião..

o que não etendo é esse alarde todo dele. Chega a ser ofensivo! Pra que tanta tempestade num copo dágua, por apenas discordar de uma opinião.

Não to aqui pra defender o Norí.. acho que opinião é igual "ass", cada um tem o seu! Ninguém é obrigado a concordar com **** nenhuma! Ele deu uma opinião ao vivo, de acordo com o mommento, de acordo com o que ele viu, de acordo com o que ele sentiu!

Isso NUNCA é motivo de tanta explosão e tons agressivos... Vai mudar a vida de alguém isso? Ahhh, pára né!

Vágner ta parecendo estar num inferno astral pessoal e querendo descontar no "pobre" blogueiro aqui..

Até entendo a revolta, repetindo... pq torcedor realmente sentem as coisas mais na pele.. como eu sinto quando se trata do Cruzeiro.

Mas tudo nos seus limites, futebol não merece tanto!

Ahhh, vai catar coquin!