sexta-feira, setembro 04, 2009

Resposta ao internauta


Mais especificamente ao internauta identificado como Pedro Vilella. Caro amigo, acho que você confundiu o significado dos termos parcial e imparcial em sua argumentação. Ao citar um exemplo do estadual mais rico como dado, apenas mostro que se acabarem com os estaduais - o que sou contra, se é que você leu sem preconceito - o que vão fazer da vida dezenas de times?

Os estaduais são talvez a fonte de sobrevivência de muitos times e a única competição de muitas torcidas. Acho que quem vislumbra um futebol brasileiro sem campeonatos regionais é elitista e esquece que o futebol é universal, para grandes e pequenos, dentro de suas realidades.

5 comentários:

Saulo disse...

Eu também não sei se é o ideal terminar com os estaduias porque é uma fonte de renda para esses times que estão cheio de dívidas.

Jesus The Lord disse...

Olha Nori..

Estou do lado do PVC... ele disse exatamente o que penso da inversão do calendário! Não vejo tanta tempestade num copo dágua!

E não precisa acabar com os regionais.. deixe-os para os times do interior.. assim continuarão tendo o futebol que merecem.. e os time grandes que se preocupem com campeonatos que chamem realmente a torcida, e que dê algum lucro!

Abraço!

Alexandre Baseggio disse...

Poderia manter os estaduais para os pequenos, valendo vaga para os regionais
Podia reservar nesses campeonatos 2 vagas para os pequeno, que quando lá chegassem só jogassem jogos contra times grandes, obtendo alto rendimento.
Mesmo porque, pegando o paulistão, por exemplo. Que público tem guaratinguetá e Mogi? Só dá público com jogo grande

Michel Costa disse...

Nori,

Sempre respeitando o jornalista que você é, me incomoda um pouco o fato de não ter lido/ouvido nenhum profissional, tanto da Globo quanto Sportv, defender a ideia da mudança no calendário, enquanto outras emissoras o fazem abertamente.
Não estaria o discurso global se sobrepondo à opinião individual?
Numa época onde jornalistas de Globo e Record se posicionam claramente a favor de quem paga os seus salários não é absurdo nenhum supor algo do tipo.

Abraço.

jeanfernandes disse...

Existe um fator considerável que é a migração de revelações do futebol dos times médios e pequenos, rumo aos grandes, e este nível de competição que incluem os ditos grandes (no meu ver só tem uns 10 grandes, o resto, vem só figurando faz tempo).

Como pregam diversos esportistas de visão, o esporte precisa se manter em alto nível ou o mais alto que puder. Somos um país continental, já com raízes de diversificação. Difícil mudar, creio que seja até impossível.