quinta-feira, setembro 24, 2009

10 erros graves

da arbitragem

no Brasileirão


O pessoal do goboesporte.com fez um trabalho interessante e selecionou dez erros graves da arbitragem no Campeonato Brasileiro.

Veja nesse link.

E mande os outros erros que você se lembra de terem acontecido no campeonato.

8 comentários:

Marcelo disse...

Lamentável. O São Paulo teve inúmeros erros de arbitragem a seu favor em sua arrancada para se aproximar da liderança; entre os mais recentes, a anulação de um gol legítimo do Avaí no Morumbi e o pênalti não marcado para o Santo André. Não me recordo de tamanho alarde por parte dos comentaristas! Nem de quando este mesmo árbitro (o Roman) colaborou para a derrota do Palmeiras em Goiás. Em 2008 o São Paulo teve contra o Botafogo um jogo chave para a sua arrancada. Venceu graças à anulação ridícula de um gol do Botafogo por impedimento de um jogador que não participa da jogada (a bola entrou direto). Mas, bastou os tricolores se sentirem prejudicados armou-se o maior chororô com comentaristas fazendo levantamentos estatísticos com direito até a simulação de tabela de classificação sem contabilizar os erros! Por coincidência o chororô só durou enquanto o Palmeiras estava na liderança! Pelo jeito o chororô este ano vai até o final.

Marcelo disse...

Se os chorões estão justificando que o Miranda não cometeu pênalti simplesmente porque tocou na bola antes de derrubar Fernando (foi essa a interpretação do árbitro)... podemos considerar então que o Fabrício chutou a bola para fora antes da chegada do Jumar (foi essa a interpretação do árbitro). São elas por elas...

André Luís Nogueira disse...

A seleção dos lances é tão tendenciosa qto a arbitragem brasileira. É o roto julgando o esfarrapado.
A imprensa esportiva e comentaristas do apito erram mesmo revendo o lance 10 vezes em camera lenta, 10 angulos diferentes em telas gigantes full hd.
Todos vcs que respiram futebol diariamente sabem o que realmente acontece nos bastidores, mas são reféns dos corruptos ativos e passivos simplesmente por medo de terem seus empregos em risco ou as portas fechadas nos clubes.´
Não me diga q isso é mentira, pois assim como é impossível viver nos bastidores de Brasilia e não sofrer os respingos da desonestidade, não é possível viver no futebol e sentir o cheiro podre das negociatas com os atores do ludopédio.
Desculpe eventual exagero.
Abraço!

Nori disse...

André Luís Nogueira, seu depoimento foi preservado aqui sem censura alguma, agora, permita-me discordar. Segundo você, todo mundo que milita no futebol é desonesto? Você pode provar? Você tem todo o direito de me julgar o pior comentarista do mundo, mas achar que qualquer opinião que eu emita é porque sou refém de corrupto ou tenho medo de perder o emprego, faça-me o favor!
Erros acontecem e me diga um time que não tenha sido favorecido e prejudicado neste campeonato. Não se pode confundir ruindade, falta de capacidade com falta de caráter, de compromisso e honestidade. Eu é que peço desculpas, mas você exagerou.
Abs

JPFOX disse...

Senti falta do jogo de ontem: 23/09, Cruzeiro X Palmeiras. Evandro Rogério garfou a equipe celeste. Não vou ficar chorando muito, pois o Cruzeiro também pecou demais, tanto na marcação, quanto na finalização.
Nori,
Notou que o Cruzeiro é um dos times que mais tem a posse de bola no Brasil, mas muita das vezes não transforma essa posse de bola em bons resultdos? Infelizmente!!!
Inté...

Marcelo disse...

Caro Mauricio Noriega. Você disse uma grande verdade: “Erros acontecem e me diga um time que não tenha sido favorecido e prejudicado neste campeonato”. Mas o que disse André Luis Nogueira também é verdade: A mídia esportiva é sim, no geral, desonesta e tendenciosa. Se os erros acontecem aos montes durante todo o campeonato, favorecendo e prejudicando todos os times, por que coincidentemente como aconteceu no ano passado a mídia esportiva coloca a lisura da arbitragem em dúvida sempre quando o Palmeiras leva alguma vantagem sobre o São Paulo? Houve vários jogos em que o São Paulo foi favorecido em que esta questão da arbitragem poderia ser colocada. Os comentaristas de arbitragem são uma vergonha. Eles já chegaram até a mudar as regras para justificar sua opinião! Sem falar em alguns locutores do Sportv, por exemplo, que durante a transmissão não conseguem esconder suas preferências: quando o erro é a favor do Palmeiras eles ficam indignados, quando é a favor do São Paulo
tentam justificar a interpretação do juiz!

André Luís Nogueira disse...

Noriega, agradeço a publicação do meu comentário. A discordância é salutar, principalmente quando as partes analisam pontos observados pelo antagonista.
Fiz a comparação dos corrutos ativos e passivos citando a política brasileira para mostrar que o poder que o 4º poder (desculpe a repetição) tem é anulado ou manipulado em prol de interesses particulares. Os jornalistas politicos e esportivos convivem com coisas nebulosas. Vc perguntou se tenho provas. Cara, num país em que a justiça censura jornais em pleno século 21, pra que servem provas? A currupção ficou banalizada e infelizmente a imprensa, principalmente as grandes empresas de comunicação, se cala. Tantos leguleios conseguem a absolvição por desqualificação de provas que é triste falar delas.
Claro, não é prudente (nem inteligente) um jornalista publicar coisas que sabe mas não tem como provar. Entendo.
Tenho uma certeza. 2005 foi o ano menos nebuloso para o Brasileirão, pois não conseguiram esconder o que acontecia nos bastidores.
Por fim, não acho que vc um dos piores jornalistas do mundo. Pelo contrário. Suas análises táticas são perfeitas. Desculpe por meu desabafo parecer coisa pessoal. Não é.
Bom final de semana!

Jandira Amorim de Paula disse...

Olá, Maurício. Talvez já tenha respondido esta pergunta: vc tem algum parentesco com o saudoso Luis Noriega?