quinta-feira, setembro 03, 2009

Outra para pensar antes

de mexer no calendário


Sigo minha caminhada em defesa dessa tese de que mexer no calendário do futebol brasileiro será inútil e pode até piorar as coisas. Estão jogando a discussão pra debaixo do tapete sob argumentos de um torcedor privilegiado, o presidente da República. Debater a - quase sempre péssima - gestão dos clubes brasileiros ficou em segundo plano.

Mais dois dados para se pensar antes de fazer o relógio biológico do nosso futebol funcionar como se estivesse na Europa.

Na "janelinha" de fim de ano saem apenas 10% a menos de jogadores brasileiros para as 5 maiores ligas européias. Veja bem, apenas 10% a menos.

Outro dado. Um grande clube paulista fatura de R$ 15 a R$ 17 milhões com o Campeonato Paulista. Vai faturar isso em excursões pela Europa quando?

4 comentários:

Alexadre Baseggio disse...

Nori,
Discussão é algo bom, não há inimigos e coitado daquele q pensa isso. Pena q no Brasil existe muitos desses coitados. Quaproveitando as fériasantas vezes por uma simples opinião vc não foi chamado de bairrista, etc...
Sou a favor da mudança, mas não por acreditar q ela mude tudo.
Futebol nas férias vai ser até legal, pensa nos turistas assistindo os jogos...
Pro natal e ao novo haver uma parada de fim de ano de 10 dias...
Quanto a transição.. ano que vem tem copa, aproveita e começa o campeonato em agosto...
Pros classificados da libertadores, repete os desse ano, oufaz um torneio especial antes da copa...
tudo se ajeita...
Entre maio e junho, dá ra fazer campeonatos regionais mata-mata, vai ser demais....
Qanto a janela de janeiro, embora sejam menos de 10% de diferença, é só ver a qualidade das contratações, na janela de agosto são feitas as grandes (Káká, messi), em janeiro são jogadores piores.
Agora, uma coisa é certa, mudar calendario não vai melhorar a gestão dos clubes.
Mas pra isso tem q traalhar, melhorar, etc. É mais fácil mudar o calendário.
Medíocre, mais é a nossa realidade

Jesus The Lord disse...

É.. você está quase me convencendo!! rsrsrs

Agora, quanto aos estaduais, um clube grande paulista fatura isso tudo, certo?

Mas e quanto ao resto dos clubes de fora do eixo? O Cruzeiro, por exemplo, sempre reclamou do estadual, alegando que sempre entra no prejuizo devido a renda, público, cotas, etc... Perrella chama até nosso campeonato de rural, ele acha um absurdo ter que disputar todo ano o rural!

Um campeonato inter-estadual, como a Sul-Minas, por ex, seria muito mais lucrativo para todos!

Abração Norí!

Pedro Villela disse...

Pensar só no eixo SP é fácil.
E os outros estaduais? Os grandes paulistas ganham 8 milhões de cotas televisivas enquanto os demais times no decorrer do brasil, como paraná, santa catarina, rio grande do sul, clubes do nordeste não ganham sequer 1 milhão pelo estadual.
Seja mais parcial nos comentários quando for defender a manutenção do calendário brasileiro

Matador de Acéfalos disse...

Pedro Villela, cota de TV deve ser proporcional. Não adianta você chorar que seu estado só tem cotas menores, sendo que os clubes do seu estado são menores e tem torcidas menores.

Quanto maior a audiencia de determinado clube, maior a cota a ser paga à ele.

Isso não é preconceito, é justiça.