domingo, maio 24, 2009


São Paulo, Inter e Palmeiras são

os que mais faturaram em 2008

Recebo via e-mail do mais que competente Amir Somoggi, da Casual Auditores um estudo, realizado pelo quinto ano seguido, sobre as finanças dos clubes brasileiros.

Abaixo, o ranking e algumas conclusões do Amir sobre os três clubes que mais faturaram em 2008.


1 - São Paulo

Receita total de R$ 160,575 milhões em 2008. Queda de 17% em relação a 2007. Viu reduzida em 60% a participação da venda de jogadores em sua receita, mas melhorou a captação de recursos com estádio, bilheteria e royalties.

2 - Internacional

Receita total de R$ 142,168 milhões. Queda de 9% em relação a 2007. Sócios, bilheteria e cotas de TV tiveram impacto positivo na receita, compensando a diminuição na venda de direitos federativos de atletas.

3 - Palmeiras

Receita total em 2008 de R$ 138, 811 milhões. Houve aumento de 61% em relação a 2007. Pulou da sexta para a terceira posição. A evolução se verificou em todas as fontes de receita, com destaque para patrocínios, bilheteria e transferências de jogadores.


Alguns detalhes importantes do estudo:

Flamengo - O clube mais popular do País aparece em quarto lugar, com incremento de 17% nas receitas. Houve um aumento de 200% na geração de receita com atestados liberatórios de atletas. O clube foi importante para a geração de novos recursos para o futebol em 2008.

Corinthians - Segundo clube em popularidade, ocupa a quinta posição e teve queda de 13% em receitas no exercício de 2008. Tanferência de atletas teve queda de 62% em receita, mas o clube compensou com a arrecadação obtida em marketing, bilheteria e TV.

Entre 21 clubes estudados, o Vitória da Bahia, que é uma S/A, teve a maior evolução em receita, da ordem de 68% entre 2007 e 2008. Mas faturou pouco em números absolutos: R$ 18,882 milhões.

A Portuguesa de Desportos ocupa o lugar no estudo que era do Juventude de Caxias em 2007.

Um dos destaques do estudo é o Grêmio. Mesmo tendo redução de 9% na receita total, ocupando a sexta posição no ranking, o clube gerou receita de R$ 4,1 milhões com bilheteria, sócios e royalties em 2008. Evolução de 450% e participação de 4,2% na receita total, muito acima da média de seus pares no futebol brasileiro.

A receita média gerada pelos 21 clubes estudados é de R$ 67,5 milhões. A receita total desses 21 clubes em 2008 foi de R$ 1,4 bilhão, valor que representa uma evolução de 69% em cinco anos. 13 clubes tiveram incremento de receita e 8, redução. Entraram no mercado R$ 82 milhões que não existiam em 2007.

4 comentários:

Gustavo Bezerra da Silva disse...

Ola, Noriega, tudo bem?
Sou Palmerense e gostei dessa evoluçao do clube em receitas! Mostra que o time esta no caminho certo com nosso presidente Belluzo.
Gostaria de parabenizalo pelo otimo livro. Estou gostando muito das hitorias dos tecnicos, é um aprendizado enriquecedor, para nos estudantes de Jornalismo.

osama disse...

boa tarde, tudo bem? bom, eu irei mudar um pouco o tema deste blog, se vc me permitir. bom, p/o jogo de logo mais entre São Paulo e palmeiras, eu acho que o Muricy deveria escalar o meio-campo com o Eduardo Costa, Arouca, Oscar e o Sérgio Mota. é preciso testar o Oscar e o Sérgio Mota p/saber se eles tem capacidade p/mudar o sistema de jogo do São Paulo

abraços

João Salvatori disse...

O Belluzo foi eleito este ano. O desempenho da receita é referente ao ano passado onde o presidente não era ele.
De qualquer maneira o Belluzo deve ter contribuido muito para este desempenho na sua antiga função ( planejamento ).

abs

Anônimo disse...

Engraçado que o São Paulo está sempre no topo da arrecadação e mesmo assim, está devendo as calças...

Qto ao Corinthians, incrível só ter perdido 13% da arrecadação, mesmo tendo sido rebaixado...

O potencial de arrecadação do Corinthians é infinitamente superior aos demais... Só resta ser bem administrado.