quinta-feira, março 11, 2010

A molecada nota 10 da Vila.

E Kaká, Gaúcho, Rooney etc.


E mais Ronaldão, Huntelaar etc.


Que dizer, que escrever dessa molecada do Santos? Dez gols num jogo! Vão dizer que o Naviraiense é fraco. Claro que é. Como o Araguaia, o Flamengo do Piauí, o Confiança, o Boavista. A questão não é a fragilidade do advesário, é a facilidade com que joga bola esse time do Santos.

Pouco importa se vai ser campeão ou não. Se for, melhor, porque terá a valorização merecida. Se não for, azar de quem só pensa nisso. O que eles estão fazendo pelo futebol transcende as salas de troféus. Eles estão levando gente aos estádios, gerando novos fãs, lançando modismos. Vida longa a mais uma geração dos Meninos da Vila!

Que dizer de Wayne Rooney? Eu digo que joga muito, que é craque de bola e estará, pelo jeito, voando na Copa do Mundo. Duas vezes seguidas no duelo entre Manchester United e Milan falou-se muito de Ronaldinho Gaúcho e viu-se, muito, Wayne Rooney

Já o Gáucho joga num time atualmente pouco inspirador. Esse Milan, mesmo com Pirlo, Beckham, Seedorf e o próprio Gaúcho, não é páreo para a turma de Sir Alex Fergusson. Principalmente quando conta com um jogador como o holandês Huntelaar, um mestre na arte de perder gols. Se os santistas reclamavam de Kléber Pereira e os são-paulinos reclamam do Wasington, fico pensando o que diriam se o Huntelaar jogasse em seus times.

Que dizer de Kaká e do Real Madrid? Preocupa a fase ruim do craque brasileiro às portas da Copa do Mundo. A torcida merengue pega no pé dele direto. Sua mulher detonou o técnico chileno Manuel Pellegrini via twitter. Cristiano Ronaldo não resolve. O bom time do Lyon segue adiante, sem as badalações galácticas do falastrão Florentino Pérez.

Ronaldão destoa no Corinthians

Por essas bandas, o Corinthians conseguiu um bom resultado ao empatar com o Independiente de Medellín. Poderia ter sido ótimo. O gol colombiano foi irregular e o time é fraco, deve ser atropelado sem dificuldades no Pacaembu.

Duas questões devem estar rondando a cabeça dos corintianos. A primeira é saber por que Dentinho não vira logo titular? Já que merece, e muito. A segunda é saber até quando Ronaldão jogará fora de forma? Ontem ele foi um encosto, lento, pesado, sem utilidade alguma. Deixo ainda uma terceira pergunta: Mano Menezes deixaria Ronaldão no banco? Ele, sua bagagem, seu passado e sua sociedade com o Corinthians, que ajuda a pagar as contas?

6 comentários:

Alexandre Giesbrecht disse...

A goleada do Santos tem nome vergonha na cara. Hoje em dia o pessoal faz 4 a 0 e puxa o freio de mão, "para não 'humilhar' os colegas de profissão". Humilhação? Se o pessoal do time goleado não quisesse correr o risco de sofrer uma goleada histórica, que não se inscrevesse para um torneio profissional! Além do mais, esses "colegas de profissão" que "não podem ser humilhados" são totais desconhecidos, com quem os jogadores dos times grandes pouco se importam em outras condições. Respeitar a torcida, que é bom, nada.

Por isso, aplaudo de pé a postura dos jogadores santistas ontem. Que os outros times brasileiros aprendam com eles.

Anônimo disse...

Mais oportunidade que o Souza esta tendo e não esta mostrando quase nada, fica dificil tirar o Ronaldo, precisamos de um jogador de presença na área, Dentinho e Jorge henrique caem muito pelas pontas,concluindo o Corinthians falhou em não contratar um centro-avante genoino,

Joao Luis Amaral disse...

Li um comentário hilário feito por um leitor do Blog do Juca, que dizia que, se é verdade que a bola fica mais leve na altitude, o Ronaldo não deveria correr para dedéu?

Pior: o Ronaldo, do jeito que está jogando (ou NÃO ESTÁ), me fez torcer ontem para o Mano colocar o Souza logo em campo... MEU DEUS!!!

Abs.

Anônimo disse...

como a imprensa é oportunista!até um tempo atrás Ronaldo era considerado essencial p/ o COrinthians. agora é encosto, velho, etc...Ronaldo não jogou contra o São caetano e o time teve a mesma dificuldade ofensiva. Rodrigo

Nori disse...

Rodrigo, qual o portunismo na constatação de um fato, que Ronaldo está jogando mal? Quando jogou bem, foi reconhecido. Agora tudo é culpa da imprensa, só falta culparem a gente pelo terremoto do Chile. Ronaldo quando joga bem é essencial, quando não joga bem deve ser cobrado.

Anônimo disse...

Noriega, uma coisa é dizer que o Ronaldo está mal outra é debochar do cara.No Arena de quarta o SR Marco antônio ficou debochando e ridicularizando o Ronaldo todo o momento.Rodrigo.