segunda-feira, abril 06, 2009

Quem é quem nas
finais do Paulistão


Serão dois clássicos de muita tensão, história e rivalidade. Literalmente sem favoritismo. Abaixo vou resumir o que penso das quatro equipes que disputarão o título paulista de 2009.

Palmeiras - Tem a nada desprezível vantagem de jogar por dois resultados iguais (dois empates ou uma derrota e uma vitória pelo mesmo placar) e decidir em seu estádio. Tem o enorme problema de precisar decidir sua vida na Liberadores - que não é nada fácil - simultaneamente.
Como time ainda não se acertou. Tem defeitos crônicos na defesa, em especial as bolas pelo alto, e também na saída de jogo. A lateral direita é um problema ainda sem solução. A velocidade do ataque, maior mérito da equipe no início da temporada, foi consideravelmente reduzida. Keirrison está em má fase, mas Diego Souza venha subindo de produção. No confronto contra os outros classificados para as semifinais tem uma vitória, um empate e uma derrota.

Santos - No aspecto motivacional, é o time que chega mais vitaminado. Conseguiu uma classificação heróica e ficou evidente que o treinador tem o grupo nas mãos em termos de motivação. A imagem dos jogadores reservas abraçando Vágner Mancini após a vitória sobre a Ponte é emblemática. O time joga pelo técnico e isso não é pouca coisa. Taticamente ainda é confuso. A idéia de povoar o ataque deixa o meio-campo deserto e compromete a cobertura. Os laterais são limitados, o que é um ponto fraco no futebol de hoje. Tem Fábio Costa em fase espetacular e o goleador Kléber Pereira. Neymar ainda precisa de tempo, mas Paulo Henrique tem mostrado personalidade. Fabiano Eller é um desfalque considerável. Na Vila o time cresce demais nos clássicos. Desempenho contra os outros semifinalistas: duas derrotas e uma vitória.

São Paulo - Dos quatro é o mais competitivo, a equipe que mais confia em seu potencial e tem a maior capacidade de definição. Cresce em jogos decisivos. A irregularidade tem sido o grande problema. Alterna bons e maus momentos. Tem a dupla de ataque mais eficiente do torneio: Borges e Washington. Também conta com os melhores zagueiros e a melhor bola parada. Tem problemas na ala direita, quase sempre à base de improviso, e por onde o time costuma ser mais vulnerável. Assim como o Palmeiras, terá jogo da Libertadores antes do primeiro duelo contra o Corinthians, e na quinta-feira, o que reduz o tempo de recuperação. Taticamente é a equipe mais bem preparada para jogar em função de um resultado. Se sai na frente, dificilmente toma a virada. Nos duelos contra os adversários em clássicos tem uma vitória, um empate e uma derrota.

Corinthians - Um time que ainda não perdeu na temporada tem suas qualidades. No que se refere à defesa, não são poucas. Chicão é um ótimo beque e William não faz feio. Alessandro funciona muito bem como o lateral que fica mais preso à marcação, e Cristian protege bem a zaga. Os problemas começam quando se pensa em criatividade. Douglas está em péssima fase, André Santos, que sempre foi o desafogo do time, se precisa marcar alguém não consegue abastecer o ataque. Ronaldo tem sido literalmente o diferencial do time, que ainda não obteve êxito em organizar mais jogadas para seu artilheiro famoso. O fato de estar invicto, no caso das semifinais, não refresca a vida corintiana. Se empatar os dois jogos, por exemplo, sairá invicto e eliminado. Precisará atacar o São Paulo, o que taticamente é tudo que o adversário gosta. Em clássicos soma uma vitória e dois empates.

6 comentários:

Ronaldo Schiavone - Bauru/SP disse...

Olá Noriega!
Gostaria de saber a sua opinião sobre os locais dos jogos das semifinais.
Abraços!

Nori disse...

Olá, Ronaldo! Acho que, em tese, o mando de campo deve ser respeitado. Mas por questões de segurança, como já escrevi aqui, gostaria que os clássicos fossem todos em campo neutro e no interior.
Abs

Anônimo disse...

Serão jogos emocionantes, com os 4 grandes do Estado de São Paulo.
De negativo, a ausência de um representante do Interior. Esse ano não houve nenhuma equipe que se destacasse, e nenhuma revelação. Uma pena, pois o Paulista sempre foi caracterizado por ótimas equipes interioranas, e principalmente celeiro de belas revelações.

André Antunes
São Paulo

Carlos Pizzatto - Blog do Carlão disse...

O calendário está a favor dos alvinegros.

O Corinthians não tem jogo no meio desta semana, ao contrário dos outros três semifinalistas.

E na seguinte às partidas de ida, o Santos tem a semana livre para treinar, enquanto Corinthians, São Paulo e Palmeiras têm compromissos pelas Copas do Brasil e Libertadores.

Mauricio disse...

Ola Noriega,

comecei a acompanhar seu blog recentemente, alias, muito bom por sinal, e tenho, ou melhor tinha uma duvida grande, comparando o time do palmeiras campeao paulista do ano passado com o atual time do verdão, qual vc acha melhor? pra mim, o do ano passado(do paulista) é superior.
queria tambem um palpite seu para o jogo de quarta se nao for pedir muito...hehe
grande abraço

Roberto disse...

Nori, para vc quem será os finalistas e o campeão? Abraço.