terça-feira, setembro 14, 2010

No balanço das horas

tudo pode mudar......

Ando meio nostálgico depois de passar pelo glorioso Arquidiocesano e rever amigos dos anos dourados na última sexta-feira. Daí o título do post, com referência ao clássico oitentista do Metrô. Mas a referência é à rodada do Brasileirão.

O negócio embolou de vez. Tanto o Fluminense pode disparar de novo, como pode ser igualado pelo Corinthians. Assim como Botafogo e Cruzeiro podem empurrar o Timão para o quarto lugar na tabela, com Santos e Inter novamente chegando junto.

A questão é que fica difícil estabelecer um padrão para esse campeonato. Houve um momento em que se achava que o Fluminense abriria larga vantagem. Outro em que se apostava numa arrancada do Corinthians. Agora a sinalização mais clara pode ser a de que Cruzeiro e Botafogo preparam um ataque fulminante aos líderes.

Sorte de quem acompanha o campeonato, que não é primor algum de técnica, mas fornece emoção e disputa em boas doses.

O que tem cara de um indicador seguro é que o grupo dos 6 primeiros deve seguir assim. Para baixo do Santos não há regularidade e elencos suficientes para sustentar uma grande reação. Talvez o Grêmio surpreenda, resgatando a força do Olímpico e agora que se afastou um pouco da zona de degola. É o que os próprios times demonstram, numa sucessão de altos e baixos impressionantes. Na quarta um grande jogo, no domingo uma atuação apática.

Há, ainda, os que fazem da mediocridade a marca registrada. Caso do Palmeiras e do Vasco, os reis dos empates. Medíocre no sentido de mediano. Mas que estão pendurados nesse jogo burocrático e se dali descolarem provavelmente será para baixo, na zona de grande preocupação. Onde já habitam Flamengo, Atlético Mineiro, Avaí e Vitória.

3 comentários:

Gabriel Araújo disse...

A disputa, mesmo, está emocionante! Poderia estar muito melhor, se o Corinthians tivesse ganho pelo menos mais um jogo fora de casa (o que o time precisa aprender, se quer ser campeão) etc. Mas o que não falta, é emoção. E nos últimos campeonatos, também vimos isso, mas no final (ex.: Grêmio vs. São Paulo, 2008 / Flamengo vs. Inter vs. Palmeiras vs. não sei mais quem, 2009). O diferencial deste para outros campeonatos, é que em 2010 a emoção vem desde o início e, creio que permanecerá até o final.

Pra quem há tempos não admirava/acompanhava o Brasileirão, está sendo uma bela volta.

Como dito no texto, sorte nossa...

Daniel disse...

Muito interessante seu blog. Esta de Parabens!!
www.vilavelhaturismo.blogspot.com

Anônimo disse...

Nori, Virginy (Metrô), se fosse um comentarista mais velho citaria; "O campeonato, assim como a vida, é um moinho" (Cartola). Os comentaristas novos diriam poeticamente "A fila andou..." (Maria Cecília e Rodolfo).
Eu prefiro as duas primeiras!!

Gde lembraça de uma musa New Wave
(Quase me esqueci que o papo era futebol)

Abs
Mozart