sexta-feira, setembro 10, 2010

Balada do Loco


Se eu tivesse a pena de um Erasmo de Roterdã tentaria fazer algo como o Elogio da Loucura. Ou "Locura", no caso. Mas não tenho e fico mesmo na citação de outro time de gênios, os Mutantes, e e sua Balada do Louco. No caso, do Loco. Do Abreu.

Sebastián Abreu é uma saudável gota de loucura nesse futebol povoado de jogadores certinhos no sentido de serem medianos. Exalam preparo físico, declarações óbvias e jogo idem.

Não que Abreu seja craque, longe disso. É apenas diferente, foge da mesmice. É até um jogador algo improvável, tem mais pinta de basqueteiro, anda meio desengonçado.

Mas o golaço que fez ontem contra o Santos, no Pacaembu, mostra que o Botafogo só tem a ganhar caso se deixe levar por essa onda de "locura". Ali ele teve frieza de matador para resolver o lance com um chapéuzinho em Rafael e a definição fatal. Para alguém que bate aquele pênalti que ele bateu contra Gana, nas quartas-de-final da Copa da África, o gol de ontem é fichinha. Fez a diferença num segundo tempo marcado por um show de passes errados.

Aí, o Loco saiu de campo dizendo que assim são os bombeiros, trabalham para apagar incêndios. A maioria desses volantes corredores que povoam o nosso futebol diria que foi iluminado, que agradece aos céus e essa ladainha que de tão chata parece ensaiada.

Longa vida a Sebastián Abreu, a Papai Joel, que com sua prancheta vai levando o Botafogo a voos altos no Brasileiro. Os certinhos que me perdoem, mas uma pitada de "Locura" é fundamental.

9 comentários:

Guilherme Nogueira disse...

no meu time ele seria titular FÁCIL!

Geraldo Lima disse...

Belíssimo texto, Nori. Ainda não vi o gol do "Loco" Abreu, mas pela descrição deve ter sido mesmo uma pintura... Forte abraço!

Mariana disse...

"Os certinhos que me perdoem, mas uma pitada de "Locura" é fundamental." Ótima frase! Ótimo texto! E o gol foi muito bonito. Vale a pena ver várias vezes!

Gabriel Araújo disse...

Um grande jogador, mesmo.

Autor de lances ridículos, merecedores de "Que beleeeeeza", mas protagonista de jogadas maravilhosas, como provou ontem, contra o Santos.

Ele é um cara que foge da mesmice, como você quis dizer no texto. E isso é fundamental em um time, pequeno ou grande, com qualquer característica, ofensivo ou defensivo.

Mesmo discutindo com Loco, Papai Joel não o tirou do time. Fez bem. Um avante de primeira, mesmo velho. E o Botafogo agradece por ter um cara como ele. Não é pra qualquer time.

Silvio Ferreira disse...

E ainda dizem que o "doidão" não tem espaço no time do Botafogo. Manda lá pro Palmeiras que ele vira artilheiro do campenato!

Anônimo disse...

Loco é Fantastico, não pelo que Joga longe disso. mas pelo fato de ser carismatico , "marketeiro" e claro louco!

rs

Anônimo disse...

Parabéns, Noriega. Estou tendo o trabalho de ler todos os blogs e as colunas a procura de elogios ao gol do LOCO, mas não estou encontrando muita coisa. É inacreditável!. Tenho certeza que Pelé ia querer que esse gol entrasse no filme sobre sua vida, caso ele Pelé o tivesse feito. GOLAÇO DE CRAQUE SEM QUE O AUTOR O SEJA. E pouquíssimos comentários. Se fosse feito por um dos queridinhos da imprensa como Diego Souza( mediano ), Kleber Gladiador ( bom, mas desonesto )ou Neymar ( esse deve ir longe, mas é sempre bom lembrar que ainda é uma promessa )estaria sendo comentado e reprisado à exaustão pelos nossos " críticos " de plantão.
Parabéns, NORIEGA.

Anônimo disse...

I seldom leave comments on blogs, but the ideas really rocks, also I have a few questions like to ask, what's your contact details?

-Johnson

Drummond disse...

Nori

Sei que a música, provavelmente, não faz o seu gênero, pois é de meu tempo, não do seu. Além disso refere-se ao tema amor, não ao futebol. Mas ela serve como ilustração ao seu belíssimo comentário, pois até nas relações com uma mulher, às vezes, é preciso que se tenha "um toque de loucura". Baixe ou, ao menos, ouça "Un toque de locura" com José Luis Rodriguez, o melhor cantor da Veneuela e aprecie a letra sobre o tema. (AD)