quinta-feira, setembro 30, 2010


Flu reencontra

o rumo da taça


O gol mais importante da rodada do Brasileirão foi o de Conca para o Fluminense. Emblemático na dificuldade do jogo e também no confronto de quem sonha com o título diante de quem quer acordar do pesadelo representado pela ameaça de rebaixamento.

O Fluminense jogou pressão para cima do Corinthians, que jogou menos futebol do que o de costume e só não perdeu para o Botafogo por causa de um erro grave da arbitragem, que anulou gol legítimo de Herrera, e de outros erros de conclusão incríveis, em especial um de Caio, no último lance do jogo.

Embora tenha se afastado um pouco da pontuação dos líderes, o Botafogo voltou a jogar um futebol que o credencia a sonhar. O Corinthians abriu uma dúvida em seu torcedor. Menos pelo resultado, mais pela perda do equilíbrio, que vinha sendo seu grande diferencial.

Este equilíbrio que está voltando ao Fluminense, que engatou vitórias seguidas e recuperou a ponta mostrando que tem, sim, muito fôlego.

Assim como o bom time do Cruzeiro, do excelente Montillo, que está ali, coladinho ao Corinthians, embora com um jogo a menos, mas parece que com futebol, no mínimo, equivalente.

E como não citar o Atlético Paranaense? O Furacão é outro que entrou na lista dos sonhadores com todos os méritos. Uma linda campanha de recuperação. Não vai ser fácil jogar na Arena da Baixada de agora em diante. Como, aliás, nunca foi e nunca será.

Palmeiras e Grêmio reagem

O segundo turno de Palmeiras e Grêmio faz suas torcidas lamentarem o que foi o primeiro. O Verdão voltou a jogar bem contra o Inter, teve Marcos Assunção e Valdívia em noite inspirada, e venceu sem contestações. Felipão fez o time errar menos e ganhar consistência. Ainda não pode sonhar, mas seguindo assim de repente até poderá.

O mesmo vale para o Grêmio do exuberante Douglas e do ótimo Jonas, que atropelou um São Paulo apático, frágil na defesa como há muito tempo não se via, e confuso taticamente. Renato Gaúcho, que muita gente não leva a sério como técnico (mas eu levo) levantou o Grêmio.




3 comentários:

MarcosHulk disse...

Nori, vc acha q essas três vitória do Palmeiras sao acaso, ou já é fruto do efeito Felipão?

Anônimo disse...

"e só não perdeu para o Botafogo por causa de um erro grave da arbitragem"

E nem do Palmeiras... e nem do Santos... e nem do Fluminense no primeiro turno... viiixe, a lista é looonga !

Num campeonato com jogos tão equilibrados e com poucas equipes destoando em um jogo ou outro, é duro ver o belíssimo futebol do Cruzeiro ou a eficiência do Fluminense tendo que competir ponto a ponto com um time que é equilibrado, sim, mas está longe de fazer por merecer tanta diferença em pontos pra Botafogo, Atlético-PR, Palmeiras, Grêmio, Inter, Santos... O Corinthians é um entre tantos outros na tabela, ora regular, ora irregular, e vem sendo "turbinado" por lances absurdos como os que vimos hoje e semana passada na Vila.

Espero que o voto de Sanchez no Teixeira não acabe definindo o campeonato.

Anônimo disse...

Caro Nori,

O gol mais importante da rodada foi legalmente marcado pelo Botafogo e anulado pelo bandeira, não permitindo que o Fluminense abrisse uma vantagem maior.