quarta-feira, setembro 22, 2010

Caso Neymar: Santos

está pagando para ver

"O Santos já perdeu o controle dessa molecada". A frase foi dita a mim e ao companheiro Milton Leite numa noite gelada de inverno, no restaurante do hotel City Lodge da Cidade do Cabo, horas depois de a Espanha eliminar Portugal da Copa da África.

O autor é uma pessoa importante na política do Santos, que sabia muito bem do que estava falando. Falava de Ganso, Neymar e cia. Muito mais de Neymar.

Acho o seguinte desse já chamado Caso Neymar: o Santos está pagando para ver. Raspou os cofres, jogou no mercado futuro para segurar Neymar na Vila. Porque tinha perdido André, Wesley e Robinho e não poderia perder mais um, sob pena de ver questionado o novo projeto administrativo.

Todos no Santos sabem que Neymar passa dos limites. Como muitos outros jogadores passaram. Desde antes das conquistas do Paulista e da Copa do Brasil. Madson, pro exemplo, esteve diversas vezes na mira de Dorival Jr. Foi perdoado. Como Neymar, como Ganso. As coisas foram se acumulando e não havia mais como retomar o comando perdido pelo técnico e pela diretoria.

O Santos prometeu pagar a Neymar percentuais de contratos de marketing que ainda não conseguiu fechar. Seria ainda mais complicado fechá-los com Neymar fora de campo por 15 dias e alguns jogos.

Neymar errou e erra por, talvez, achar que seja imprescindível, que já seja o craque que ainda não é e torço para que venha a ser.

O Santos errou ao não dar um choque de realidade na molecada lembrando quem foram Zito, Coutinho, Pepe, sem falar em Pelé. Poderia ter usado isso para colocar os pés voadores da meninada no chão. Não fez.

Eu confesso que não queria estar na pele de Neymar. Agora ele terá que decidir sempre. Quando não fizer, será cobrado, justa ou injustamente.

Dorival Jr. é muito bom técnico, mas falhou no controle de um grupo de talentos e egos. Na saída, aplicou seu melhor golpe estratégico. Deixou a imagem de quem tentou ser disciplinador, quando foi exatamente o que não tinha conseguido. E largou a bomba nas mãos de Neymar e do Santos, que a partir de agora não poderão errar mais.

Pelo menos é o que eu penso disso tudo.

E vocês?

22 comentários:

Anônimo disse...

Penso que a Diretoria foi covarde em demitir o Dorival uma pessoa como poucas no Futebol e que bteve um trabalho incontestável.

Agora terá de segurar o rojão, pois logo logo o Neymarra pega suas coisinhas e vai embora para a Europa.

Deram Asas ao Monstro.

Fábio Sartori

michel disse...

Não concordo, muitos atletas ja fizeram pior que ele (Neymar)..
Só porque ele está na mídia e é um dos jogadores mais comentados do mundo estão caindo em cima dele ! Dorival passou por cima da ordem de seus superiores e foi demitido, isso acontece em qualquer empresa !
Neymar é um grande jogador e não precisa fazer oque a imprensa deseja !

Gustavo disse...

Eu concordo integralmente com você, Noriega. Há muito tempo o Santos perdeu o controle sobre seus jovens talentos, que bem disciplinados podem renovar o futebol brasileiro. Agora, uma pergunta, você acha provável o Dorival no SPFC? Abraço!

Geraldo Alvarenga disse...

Resta saber como o grupo vai se relacionar com o Neymar, pois a grande maioria gostava e respeitava o Dorival, e muitos se mostraram incomodados com as atitudes de Bad Boy que ele vinha tendo. Acho que o Santos deu um tiro no pé.

Gláuber Fraga disse...

A presidência do Santos fez mais uma aposta. Escolheu por Neymar e deixou Dorival partir. Daqui pra frente Neymar terá que comer a bola e levar o Santos a grandes conquistas. Se isso não acontecer, o Santos pode perder muito dinheiro e o talento de Neymar possa ser contestado.

Gláuber Fraga
http://twitter.com/glauberfraga007

André Henriques disse...

Concordo em partes. Mas a parte que menos concordo é com um cara importante do Santos disse tal... Isso aí não é bom. Se ele disse mesmo, deveria ter dito publicamente e francamente.

Quanto a todos, todos erraram, mas quem se dará mais mal é o Santos. A instituição ficou com um mico de 45 milhões de euros no colo e quero ver o que vai fazer.

Também concordo que o Neymar saiu muito fragilizado da história. Digo mais, além de resolver, terá que resolver sozinho, uma vez que o elenco pode o isolar.

Bruno disse...

Texto perfeito, retrada a realidade e o idolatrismo do Santos à um moleque. Agora basta contratarem a Super Nanny pra ser treinadora do Santos e tá tudo certo.

David Bueno disse...

Agora eu quero ver, se o Dorival Jr não conseguiu segurar esses Mlks quero ver quem vai e como foi dito Neymar vai ter q decidir, coisa q eu duvido muito, pois bastou tirar a paradinha dos penalidades e ele já perdeu a linha...é isso Parabéns para a deiretoria do SAntos pela burrada, Dorival jr. Seja bem Vindo ao Maior do Mundo SPFC, lá vc será tratado com dignidade e como um treinador de verdade.

Abrços

Evandro B. disse...

Poisé Nori, é uma situação realmente complicada, um garoto de 18 anos terá que arcar dentro de campo, com as consequências de suas atitudes princilaplmente, fora dele. Vamos lembrar do caso Luxa x K9 foi aparentemente parecido, e até hoje o Palmeiras sofre as consequências, poderia ter sido campeão Brasileiro e talvez não estivesse passando este perrengue tanto na bola quanto financeiro. A diferença básica deste caso é que nenhum dos dois continuou no time, nem Luxa, nem Keirrison, agora no caso do Santos isso pode trazer uma enorme cicatriz, que ficará evidente por algum tempo, até o próprio Neymar conseguir desmanchar sua imagem de "garoto problema".
Vai ter que jogar muita bola, e ainda por cima contar com o apoio de todos os companheiros de equipe.

Anônimo disse...

Simples: Dorival é do Bem. Neymar é do Mal.

Lesantos02 disse...

A meu ver todas as estratégias de administrativas estão sendo bem feitas e por pessoas competentes. Sempre achei o Dorival mediano, com esse grupo era necessário alguem com mais pulso. O Santos tem um bom time e precisa de um comando técnico com mais autoridade, pra mim o Dorival nunca teve. Abs.

opinavh disse...

Como discortar do jornalista, quen a minha opinião, é a mente mais sensata no mundo esportivo?
Eu entendo que Dorival é o tipo do cara "gente boa". O típico funcionário que procura fazer seu trabalho sem bater de frente com ninguém. Acontece, que especialmente em cargos como o de técnico de futebol, não se pode ficar em cima do mudo tentando agradar a gregos e troianos.
No momento em que Dorival tentou assumir o controle das coisas, foi tarde de mais.
Porém, nessa sucessão de decisões erradas a pior delas foi a da diretoria do Santos em demitir Dorival.
Não porque ele seja o melhor técnico do mundo, mas pelos desdobramentos dessa decisão tão impulsiva.

Gabriel Araújo disse...

Concordo com você, Nori.

Como disse em um comentário anteriormente, falta ao Neymar respeito e humildade. Ele acha que, com 18 anos, já é o melhor do mundo. Claro, pode e espero que seja futuramente, mas ainda não é, ele tem que perder esse ego.

"O Santos errou ao não dar um choque de realidade na molecada lembrando quem foram Zito, Coutinho, Pepe, sem falar em Pelé. Poderia ter usado isso para colocar os pés voadores da meninada no chão. Não fez." Perfeita definição.

E agora o Neymar vive situação difícil, o Santos vive situação difícil, pode até entrar numa crise (se é que já não entrou). E se perder hoje (e acho que sai derrotado), piora, e muito.

Alguns santistas acham que os "Meninos da Vila" ainda existem, só com Neymar. Precisam de um choque de realidade. É o exemplo que uso para mostrar o que esse garoto precisa: "Choque de realidade".

Esse é o Neymar que o Santos queria quando investiu o que podia e o que não podia? Tenho certeza que não...

Thiago disse...

Olha Nori, voce me fez pensar de uma maneira diferente sobre o comportamento do Dorival, concordei e também penso que como ele viu que não tinha como segurar mais o que não segurou antes, preferiu sair como um disciplinador, com uma imagem não muito arranhada de banana e tudo mais.. e pode cair um São Paulo no seu colo!!

Mas verdade seja dita, desde chapéu em bola parada no Chicão, paulistinha de Ganso em Ronaldo, com entrevista do mesmo na ESPN falando que fez mesmo pro Ronaldo saber que estava na vila e não no Pacaembú, e até mesmo o Ganso se negando a sair na final do campeonato, aquilo não foi personalidade foi ingerência, desde então estava claro que os meninos passaram do limite, e que apartir de lá pioraria, e nada foi feito! Imprensa tem sua culpa, por que atribuiu aquilo tudo a molecagens e personalidade!

Acho que todos criaram essa situação!! todos são culpados!!

Gustavo Martorelli disse...

Concordo com tudo o que foi escrito.

O Neymar está no clube tem alguns anos e, pelo que parece, nunca lhe foi imposto limite algum.

Ele sempre foi tratado como um tesouro (o que é, de fato).

Impor limites agora não é tão fácil quanto parece.

Luciano disse...

Nori, a culpa é da diretoria que nunca deixou que a disciplina fosse o principal norte do grupo de jogadores. A mídia achava lindas as atitudes imaturas de moleques que realmente jogam muito, porém a falta de profissionalismo usualmente faz com que as relações se rompam. Com toda essa cobertura à molecagem dos meninos da vila, eles ganharam um valor de mercado acima de suas próprias condições profissionais.
Se jogadores comuns já sofrem com isso, o que dirá de jogadores muito bons tecnicamente mas com 17/18 anos.
Na minha opinião, erro da diretoria do clube e falta de cuidado da imprensa no endeusamento desses meninos.
Abraço.

Sandra disse...

Pois agora o Neymar vai achar que é o dono da bola, do time e do mundo e que disciplina só serve para outros jogadores,e já que ele se acha "o cara", tb pensa que ninguem fica acima do que ele quer. Dono do pedaço.
Na minha opinião, tá virando um monstrinho, agindo como criança e ainda tem a diretoria, passando a mão na cabecinha vazia dele. Não gosto de pessoas arrogantes, metidas a besta, com é o caso desse jogador. Ainda vou ve-lo se ferrar.

BUGRINO ROXO disse...

Noriega, o o Dorival foi um pai para o Neymar e foi apunhalado pelas costas.

Apenas um outro assunto, sobre o arena em 21/09. O presidente Leonel do guarani nao soube se expressar, o passivo do bugre é 100mi mas o patrimonio vale mais de 250mi e só será vendido em comunhao com a construcao de uma nova arena moderna, sou socio patrimonial do clube e participei da assembleia.

Por favor corrija isso no ar quando tiver a oportunidade! o presidente chora demais, mas eh competente e o bugre esta melhorando e nao afundando como ele deu a impressao!

hazzamanazz disse...

Nossa, até que enfim uma opinião justa e objetiva do caso.
Sim, Neymar é moleque e está fazendo molecada, como aposto que muitos de 18 anos já fizeram.

Mas não é motivo para taxá-lo de diabo.

Dorival Jr. já deveria ter corrigido os meninos da vila no episódio de Ganso.
Como não fez, os casos foram se acumulando.

O pior mesmo foi a diretoria, essa sim digna do futebol brasileiro.
Ora, um administrador precisa de atenção e de saber identificar quando é necessário chamar a atenção do treinador e quando do jogador.
Em nenhum momento a do Santos fez isso e deu no que deu.

Isso que dá não decidir se o futebol é negócio ou espetáculo público.
Porque se é realmente um negócio está na hora de tratar os clubes como empresa, ou seja, eles tem de pagar impostos.

Abraços, gosto muito de seus comentários no SporTV

Anônimo disse...

Calma Pessoal,

O Santos já achou a solução para o cargo de técnico, ou melhor, técnica:

A Super Nany!!!!

RenatoZD disse...

A melhor parte de seu comentário é ter nos lembrado que Dorival já havia perdido o comando antes - faltou citar o caso emblemático do Ganso: "eu, eu não seu burro, não tá vendo que to fazendo a diferença aqui, tira outro". E agora vem posar de disciplinador, realmente, boa observação. Sou santista e pra mim a coisa ta mal contada. Com os jogadores que o Santos tinha no primeiro semestre - jogando o que estavam jogando - difícil seria não ser campeão.

Neymar fora da seleção foi puro corporativismo!

Anônimo disse...

Muito bom seu post sobre o assunto abordando o lado Dorival, que saiu lucrando com tudo isso quando ele mesmo já havia perdido tudo internamente. Também sei que é lendário a questão das "fontes" que o jornalismo utiliza, infelizmente isso virou mais fofoca que outra coisa, também conheço diretores influentes do Santos, mas não tenho a sua repercussão, e fico pensando:é valido citar isso (leve como uma reflexão sobre o assunto)
E prá encerrar, falta educação e cultura aos jovens, falar prá Neymar sobre Pelé, ele irá conhecer ,mas se vc citar Dorval, Mengalvio, Coutinho e Pepe, aí já não sei. Outro dia em uma aula de jornalismo sobre locução esportiva em TV, citei Luiz Noriega, em minha opinião um dos melhores que vi do tempo da TV Cultura e dos meninos da Vila Juary, Pita, Nilton Batata....e ninguém sabia quem era, tampouco demonstraram interesse em saber. Triste, muito triste.