segunda-feira, julho 13, 2009

A bola está com Minas Gerais


Em matéria de futebol, os mineiros estão com tudo e podem se dar ao luxo de estarem prosa. As Alterosas mandam no jogo de bola brasileiro. O Galo reassumiu a liderança do Brasileirão vencendo seu maior rival, o Cruzeiro, após 12 jogos sem vitória no clássico. Cruzeiro que pôde se dar ao luxo de escalar o time reserva, pois decide a Libertadores em casa, quarta-feira, contra o Estudiantes, com grandes possibilidades de chegar ao tricampeonato.

Na quinta, o Galo defende a liderança contra o atual campeão brasileiro, o São Paulo, num jogo que pode até simbolizar uma momentânea passagem de bastão. Enfim, os mineiros terão uma semana pródiga em grandes espetáculos de futebol. Tudo isso poucos dias depois de Porto Alegre ter recebido provisoriamente o título de capital do futebol brasileiro e sul-americano. Mas os gaúchos não souberam segurar esse status, que agora parece mais à vontade entre os mineiros.

Claro que muita água vai rolar por baixo dessa ponte que ainda está sendo construída que é o Brasileirão. Que dizer, por exemplo, da belíssima campanha do Vitória baiano? Um time pra lá de interessante, rápido, abusado.

Mas aproxima-se o ponto em que 1/3 da competição estará completado e podemos sinalizar algo. Ainda que muita coisa deva mudar. Será que o Palmeiras, que vive momentos de paz e equilíbrio, seguirá com Jorginho ou ainda investirá no sonho de ter Muricy? Santos, Fluminense e Inter, cujos técnicos balançam, podem ter novos comandantes em breve. Sairá alguém para o Exterior, algum craque será repatriado? Enquanto as respostas não chegam, os mineiros agradecem e curtem essa nova etapa da política café com leite no futebol. O domínio ainda é dos paulistas, que levaram as duas mais recentes competições nacionais, mas Minas pode ganhar a América com o Cruzeiro e arrancar para tirar de São Paulo a supremacia nacional.

Triste, mesmo, é ver o momento por que passa o futebol carioca, que tão bem representou o estilo brasileiro de jogar durante décadas. Vasco na Série B, Fluminense e Botafogo na zona de rebaixamento da Série A. Só o Flamengo, em sétimo, se salva. Não existe futebol brasileiro forte sem futebol carioca forte. Falta apenas que os dirigentes do futebol do Rio entendam isso.

2 comentários:

Jesus The Lord disse...

Parabéns Norí pela forma que conduziu o Arena ontem. Sem babação alguma, mas acho você muito mais capacitado pra conduzir esse programa... você não fica interrompendo os comentaristas, você sempre respeita muito a opinião alheia, mesmo não concordando. Cada vez mais venho admirando seu trabalho. Se você se efetivassse no comando do Arena, daria muito mais gosto de ver.

Abração!

Jesus The Lord disse...

FANTÁSTICO!!! Simplesmente FANTÁSTICO o Arena de ontem! Me senti muito orgulhoso de ser cruzeirense! As imagens históricas, os elogios, a força dada ao Cruzeiro, tudo isso me deixou emocionado.

E é muito bom saber que você já viu jogadores como Dirceu Lopes e Nelinho jogar no Cruzeiro e na seleção. Isso dá crédito em seus conmentários. Eu só tive o prazer de ver em vt´s... Você não só elogiou eles, como também ao torcedor que tava ligado no Arena ontem. Espero que você tenha uma boa estadia aqui e que traga boas vibrações à equipe celeste no jogo de hoje. Meu coração está a mil!! Não paro de pensar na final. Infelizmente não consegui ingresso, foi tudo uma BAGUNÇA.

Mas não importa aonde eu esteja, estarei sempre conectado com o Cruzeirão!!

ESTAMOS PERTO DO TRÍ, NORÍ!
ESTAMOS PERTO DO TRÍ!

ABRAÇÃO!