sexta-feira, outubro 24, 2008

CINCO TIMES E UM DESTINO









O grupo dos times que disputa, de fato, o título brasileiro está fechado em cinco: Grêmio, São Paulo, Cruzeiro, Flamengo e Palmeiras. Dado o equilíbrio técnico e a falta de consistência entre todos eles, a taça está mais perdida que cego em tiroteio, literalmente, não sabe para onde ir.


Faço aqui uma avaliação do que vejo de forte e fraco em cada um dos pretendentes.


Com base no que vou expor aqui, se eu fosse apostar, seria no Cruzeiro.





GRÊMIO





Pontos fortes - O desempenho como mandante é excelente. É no Olímpico que o Grêmio planta a base de tantas rodadas na liderança. Os volantes são bons na saída de bola, outro ponto importante.





Pontos fracos - Fora de casa perdeu força. Sem Tcheco o meio-campo fica óbvio e perde o diferencial. O ataque é bom na força mas fica devendo quando o jogo pede técnica.





SÃO PAULO





Pontos fortes - Os zagueiros. Miranda é ótimo, André Dias muito bom, Rodrigo já fica bem abaixo dos dois mas não é ruim. Zé Luís se vira bem na função. Tem Hernanes e Rogério em ótimas fases.





Pontos fracos - Falta opção de jogo. O time é viciado em bola parada, até porque nisso é muito forte. O meio-campo é pouco criativo e quando enfrenta um time retrancado sofre muito.





CRUZEIRO





Pontos fortes - O meio-campo é muito bom e técnico, com toque de bola e fluência. Tem um jogador que pode desequilibrar, o excelente Guilherme. Joga em casa mais do que todos os outros e contra dois concorrentes diretos: Grêmio e Flamengo.





Pontos fracos - Em momentos decisivos tem falhado, talvez pela inexperiência de alguns jogadores. Quando o jogo requer um pouco mais de pegada e menos técnica, cai de produção. O goleiro Fábio alterna grandes atuações e momentos pouco inspirados.





FLAMENGO





Pontos fortes - Os alas são muito bons, é por onde o time ataca. Léo Moura e Juan são a mola propulsora rubro-negra. A tabela é tão boa como a do Cruzeiro, exceção feita ao jogo contra o time mineiro, em Belo Horizonte.





Pontos fracos - Tem fraquejado em momentos decisivos. A recomposição do time é deficiente, principalmente a cobertura dos alas, que vão simultaneamente ao ataque e deixam avenidas para os adversários.





PALMEIRAS





Pontos fortes - Desempenho em casa é muito bom. A dupla de ataque formada por Alex Mineiro e Kléber é das melhores do País. Marcos, novamente em forma, pode fazer a diferença. A defesa ganhou consistência com a entrada de Martinez.





Pontos fracos - Não consegue ganhar jogando mal, o que denota alguma falta de competitividade. Os reservas para a defesa estão muito abaixo do nível dos titulares. Tem faltado controle emocional a jogadores importantes.





7 comentários:

Saulo Milleri Biral disse...

Ainda não podemos falar quem será o verdadeiro campeão, mas certamente o título vai ficar com um desses cinco candidatos.

Rhox disse...

Léo Lima lateral do mengão?

Mário Lizst disse...

Interessante a opinião do colega Mauro Cezar, com certeza a mais coerente, diferente da maioria dos “entendidos” em futebol, inclusive do prezado colunista sobre o Grêmio e, principalmente Celso Roth, avalista desta campanha:
São 18 rodadas seguidas com a maior pontuação entre os 20 times do campeonato, 16 na liderança, duas atrás do Palmeiras apenas na quantidade de vitórias. E para a próxima, o primeiro lugar está garantido. O Grêmio não perderá o seu posto na tabela de classificação após os jogos de quarta-feira, independentemente dos resultados - E FALTARÃO 5 RODADAS, SENDO A PRÓXIMA CONTRAQ O FIGUEIRENSE NO OLIMPICO.Estamos a caminho da 32ª rodada e desde a 25ª o time não ficava tão folgado em relação ao vice-líder, agora com a vantagem do maior número de vitórias, primeiro critério de desempate. E mais perto do final da disputa. O Grêmio foi o grande vitorioso da rodada. “Condenado” por muitos após a queda no Canindé, não precisou de mais do que meia dúzia de dias para se ver novamente com alguma gordura na primeira posição. É a campanha mais convincente da competição, senhoras e senhores.

Por tudo isso o Grêmio é o grande candidato ao título brasileiro, queriam ou não, gostem ou não do estilo da equipe e do técnico Celso Roth.

Anônimo disse...

Nori, discordo das análises. Principalmente a do atual bi-campeão brasileiro. O Rogério Ceni em ótima fase???Desde que o vejo jogar nunca deixou de estar em ótima fase logo acredito que não se trata de fase e sim de competência, fase tem o Marcos que as vezes consegue jogar 10 jogos seguidos(muito bom goleiro diga-se de passagem). Quanto ao favorito apontaria o Grêmio,a vantagem q tem deve ser decisiva porém São Paulo e Flamengo tambem têm boas possibilidades pela tabela q possuem. Posso estar enganado mas o São Paulo, quando chega costuma levar,nos momentos decisivos a estrutura do maior clube brasileiro e a liderança e competência do Rogério costumam ser decisivas. Quanto ao Cruzeiro não vejo chance pois a tabela é complicada. O Palmeiras, eu apostaria, que é o favorito para ficar de fora da Libertadores, além de ser um time limitado(com jogadores e técnico achando que são ótimos) possui uma tabela complicadíssima.

Robert Alvarez Fernández disse...

Postei um exercício de futurologia após a 18a. rodada, nada mais é que um probleminha que criei de estatística descritiva sobre as possibilidades de título de cada um dos clubes, quem quiser apostar o café que descrevo é só dar uma passadinha no www.alvarezsports.com, seção de textos livres e ler :

Um Exercício de Final de Campeonato - Pura Brincadeira após 30.a rodada

P.S. Em tempo, na minha conta, dá São Paulo F.C., mesmo não sendo torcedor.
P.S.2 : caso não possa dar o endereço do meu site aqui pelas regras do dono do blog, posso postar o texto todo como comentário, a vosso critério.

Abraços a todos,

Robert

natalhac disse...

Olá Nori!
Para mim o campeão será o São Paulo. Nessa hora de decisão alguns fatores são muito importantes: o são paulo está acostumado a ganhar esse tipo de campeonato, o Muricy tem o time na mão e é treinador de decisão. Diferente do Celso Roth. O são paulo tem um time normal, mas equilibrado!

Anônimo disse...

Ola, Nori...
Acredito que os dois favoritos são o São Paulo e o Cruzeiro, o que o São Paulo tem de defesa, o cruzeiro tem de ataque, embora o melhor ataque da competição seja o do São Paulo...
O Grêmio tem um time ruim, mas chegou sabe-se lá Deus como...
Já o Flamego, a imprensa não deixa ser campeão, oba-oba demais, pressão demais, não dá...
O Palmeiras, não acredito, mas se chegar é 100% por causa do Luxa, o time é pior ou igual ao Grêmio, mas tem técnico...
Um abraço.