sexta-feira, outubro 02, 2009

Olimpíada no Rio e Copa no Brasil.

Agora cabe a nós fiscalizar tudo isso


Deu Rio na Olimpíada de 2016. Já tinha dado Brasil na Copa de 2014. Sinal dos tempos, que, diria Bob Dylan, estão mudando mesmo. O eixo econômico do mundo está se virando para o Brasil, para os tais Brics.

O Rio merece, os cariocas merecem. É a grande oportunidade de renascimento e reconstrução da mais bela e mais famosa cidade do Brasil, do nosso cartão postal, da capital eterna dos brasileiros.

O Rio pode fazer uma bela Olimpíada, porque é uma cidade que nasceu para o mundo, com o mais belo cenário do planeta.

O Pan deixou um legado triste, de superfaturamento e faltou aproveitar as obras para melhorar a cidade para quem fica, o seu morador.

Agora cabe a todos os brasileiros, em especial os cariocas, fiscalizar tudo que será feito para os Jogos de 2016.

Que, finalmente, limpem a maravilhosa Lagoa Rodrigo de Freitas e a inigualável Baía de Guanabara. Que, enfim, ofereçam um metrô decente para o batalhador povo do Rio de Janeiro.

Que acabem com as milícias e com os exércitos do tráfico.

O Rio não merece que seja apenas mais um Eco-92 ou Pan de 2007, com 15 dias de fantasia e a volta à dura realidade na segunda-feira posterior aos eventos.

E que, finalmente, o esporte brasileiro decole. Que se aproveita e Olimpíada para se fazer uma base educacional para o esporte de formação, que possa tirar crianças das ruas e oferecer um caminho para elas.

Nenhuma cidade brasileira e latino-americana merecia mais do que o Rio. É a hora de os políticos brasileiros e cariocas fazerem a sua parte. O povo do Rio já fez.

6 comentários:

Thiago Rabelo disse...

Parabéns, Nori. Até agora o comentário mais sensato sobre as Olímpiadas. Não é questão de ser totalmente contra e nem de entrar no Oba-oba, é questão de ter um pouco de senso crítico e analisar e fiscalizar as ações dos políticos

Saulo disse...

É verdade. Temos que fazer a nossa parte agora que é fiscalizar, analisar esse políticos.

Jesus The Lord disse...

O engraçado ao ouvir alguns comentários pela tv e rádio é que, todo mundo fiscaliza, todo mundo cobra, todo mundo exige seus direitos e etc. A oratória é sempre perfeita, assim como a do nosso Presidente! Agora, na hora de olharmos na prática o que ocorre… Vemos que o Brasileiro, em sua esmagadora maioria, não sabe nem onde, nem como fiscalizar nada! Alguns não sabem nem onde procurar seus direitos… outros nunca folhearam uma CF/88!

O que todo mundo sabe (dos confins do Oiapoque ao cafundós do Chuí) é que pela telinha da Globo, a gente assiste uma novela às 20h, o joguinho de futebol às 21h45 e que a cada 2 anos, temos eventos grandiosos, que chamam a atenção do mundo todo, mas que infelizmente, sempre acontecem em países a léguas de distância. Esse brasileiro, sofrido, trabalhador e que não tem tempo para conhecer os seus direitos e obrigações, que é condicionado pelo “sistema” a simplesmente acatar o que o chefe diz (ou o que a Fátima Bernardes fala que é certo no noticiário do dia), é o mesmo que se empolga, sem saber as consequências, com a Copa e as Olímpiadas estarem aqui num futuro próximo.

Não culpo esse tipo de brasileiro por essa alienação… pelo contrário, eu gostaria que eles tivessem acesso a mesma educação que eu ou do nobre dono deste blog tiveram. Irrita é olhar, ler e ouvir, pessoas que supostamente têm essa educação e não a usam… pessoas que não edificam debate algum, que apenas querem o que lhes convém! Chamam de antipatriotas aqueles que simplesmente estão nos mostrando os fatos, chamam de ranhetas aqueles que têm uma opinião balizada sobre a vinda da Copa e das Olimpíadas para o Brasil (eu tenho pena do Mauro Cézar Pereira, deve sofrer demais por ser “do contra”) dentre outros absurdos e acusações sem sentido.

Eu tento imaginar se não houvesse jornalistas que mostrem o outro lado da moeda… Estaríamos a mercê do condicionamento que a Rede Globo nos oferece e que infelizmente, a maioria da população é submetida, por não ter condições de acesso a outros canais de informação! Ou pior, ouviríamos apenas os discursos dos nossos mandatários, de cunho essencialmente político, que visa apenas garantir a continuidade no Poder nas próximas eleições.


Aos internautas que dizem serem os grandes fiscalizadores de nossas finanças, espero de coração mesmo, que façam isso. Eu, sinceramente, deixo passar batido em muitas vezes! Mas eu sei que quando quero me atualizar, formar minha opinião e assim saber usar os meus direitos, eu leio as revistas, ligo a TV (seja nos canais Globosat ou na ESPN), leio jornais e tento extrair o que esse povo "chato" do jornalismo está dizendo sobre os variados assuntos, inclusive em relação aos gastos na Copa e nas Olimpíadas.

A propósito, eu sou a favor das Olimpíadas no Brasil, mesmo sabendo das mazelas que sofremos. Que o certo seria implementar primeiramente políticas esportivas e depois realizarmos tais eventos de grande custo. Mas acredito na capacidade de superação do brasileiro e temos alguns anos para provarmos isso. Poderíamos começar já no ano que vem, elegendo gente certa para tais desafios.

O que nunca deveríamos fazer é atribuir a qualquer jornalista a pecha de antipatriotas, de serem “do contra”, de remarem contra o Brasil só porque eles têm uma opinião diferente da maioria, fundamentada, apoiada em fatos, indubitáveis como 2+2=4.

Enfim, o momento é de olhar para frente, sem esquecer do passado. Corrupção há e certamente ainda haverá. Punir exemplarmente os corruptos é o que nunca houve. E todos nós torcemos (tanto os favoráveis, quanto os contrários aos Jogos Olímpicos no Brasil) para que a partir de agora, isso seja uma constante a aqueles que tentarem macular o sonho real do brasileiro em assistir a eventos dessa magnitude em nosso país.

Abraço Nori!

Anônimo disse...

Nori... Antes de mais nada, sou formado em educação física e faço uma pós graduação na UNIFESP em São Paulo. Falei ontem (sábado) o dia todo, exatamente isso com meus amigos... De repente, a impressão que me passa, é a de que somos "culpados" por receber a olimpíada, pelos problemas diversos do país, ou por "quem" viajou ou deixou de viajar para Copenhague... Na verdade, somos responsáveis sim por outro tipo de escolha, e 3 de outubro de 2010 vem aí, ou seja, mais uma oportunidade vem aí.

Abraço forte e parabéns pelo trabalho.

PS: Tive a oportunidade de te dar o parabéns pessoalmente no evento dos "Campeões Mundiais", dia 23 no museu do futebol. Cheguei apenas para o coquetel, já na sua saída. O abraço que conseguí e o carinho que você manifestou com minha sogra, foram extremamente recompensantes e reforçaram ainda mais toda a admiração que temos por você, e pelo seu trabalho.
Gostaria de te mandar esta foto (com minha sogra) e caso você tenha um canal para isso me avise.

Abraço forte,
Fernando Marques de São Paulo-SP

Nori disse...

Fernando, eu que agradeço o carinho de vcs. Por favor, mande seu e-mail aqui junto com um comentário. Eu não vou publicá-lo na moderação, aí envio um e-mail meu para vc e terei o maior prazer de receber a foto.
Abs

Anônimo disse...

Precisamos nos livrar urgentemente do incrivel complexo de inferioridade que sempre nos dominou.

O Brasil pode, sim, promover grandes espetáculos esportivos.
Hoje, principalmente, quando estamos sem inflação, economia forte e com respeito perante os poderosos países do planeta.

O que mais nos falta?

joão henrique marvallo