quarta-feira, outubro 14, 2009

A noite da Bruxinha


A classificação da Argentina para a Copa do Mundo, histórica, com o 1 a 0 após 36 anos sem vitórias no Centenário, tem nome e sobrenome: Juan Sebastián Verón. Apelido: Bruxinha. Gastou a bola, conduziu o jogo com técnica e inteligência. Já tinha feito o mesmo na final da Libertadores. Repetiu a dose em Montevidéu. Esse é craque.

2 comentários:

virgilioneto disse...

Olá Noriega!
Parabéns pela transmissão de ontem!
Sensacional! Parabéns mesmo!
Um abraço,
Virgílio.

Rildo Ferreira dos Santos disse...

Noriega,
Fiquei super dividido entre querer a Argentina na África do Sul, por conta de craques como Verón e Messi, também querendo ver o Tevez voltar a jogar como jogou no Coríntians e o Aimar, como joga pelo seu clube, e entre desejar que o Uruguai desse um sacode na Argentina e o Equador vencer o Chile pra nem pra repescagem a Argentina ir por conta desse temperamento repugnante do Maradona. Que pena! Ele podia ser como treinador um pouco daquilo que ele foi enquanto jogador. Pena que as drogas consumiram o cérebro do cara.
Um abraço