quinta-feira, agosto 13, 2009

Palmeiras prova que

não é líder por acaso


Clássico com C maiúsculo no Mineirão, daqueles em que não se tira os olhos da TV ou, então, para quem foi ao campo, é possível sentir a vibração do jogo, o estádio sintonizado com o que acontece no gramado.

O 1 a 1 entre Palmeiras e Atlético Mineiro foi bom para derrubar algumas teses que circulam por aí e mostrar que no futebol não há verdades absolutas.

A primeira tese era de que Muricy - chamado de retranqueiro por alguns - trancaria o Palmeiras, jogaria para empatar. Não foi o que se viu. Desde o início o Palmeiras teve mais posse de bola e procurou jogar. Quando tomou o gol, numa sequência de falhas de Marcão e de Marcos, não se abateu e seguiu melhor no jogo, chegando a ostentar 60% de posse de bola.

A segunda tese que caiu é a do propalado medo de Celso Roth. Mesmo com desfalques importantes, assim como o rival, o Galo foi ousado quando foi precisou ousar, e jamais pecou pela omissão dentro do jogo.

Para os detratores de Muricy, o final de jogo palmeirense foi um bom argumento em contrário. O time segurou a bola no campo de ataque, pressionou e esteve muito mais próximo do segundo gol do que o Atlético.

Individualmente, foi um jogo de bons destaques. Marcos passou do céu ao inferno. Assim como o bom garoto Renan Oliveira fez o caminho inverso. Felizmente, a maioria da torcida do Galo apoiou o jogador, que tem bom futuro pela frente. E ter pênalti defendido por Marcos não é demérito para ninguém.

Cleiton Xavier teve o jogo nos pés duas vezes e desperdiçou, atuando abaixo do seu nível normal. Diego Souza foi preciso dentro da função determinada, atacando e compondo o meio. Bruno, o jovem goleiro do Galo, fez um partidaço e foi decisivo em duas defesas na segunda etapa. Carlos Alberto pela direita está em ótima fase na equipe mineira.

Tão criticado, Djalma Beltrami fez uma boa arbitragem, exceto o erro de interpretação na bola que não foi recuado por Renan e que ele entendeu ter sido.

O Palmeiras mostrou que não é líder por acaso, que está forte e consistente tanto tática quanto psicologicamente. Só deixa de brigar pelo título se houver uma grande queda de rendimento. O Galo tem um time veloz e corajoso, que ainda precisa equilibrar alguns pontos, em especial a chegada dos volantes e dos meias para jogarem com os atacantes.

Ah, a Seleção jogou ontem, né? Ganhou da Estônia por 1 a 0. Vale o regisro e só.

9 comentários:

Anônimo disse...

Noriega, ao meu ver, o resultado mais justo ontem seria a vitória do Palmeiras sobre o Galo, assim como no jogo contra o Grêmio no Palestra. São jogos que o time não pode ficar satisfeito com o empate. O Muricy sabe bem o que é isso e já começa a se preocupar com dois empates seguidos. Na época de São Paulo, jogos como esses, fora de casa, contra um concorrente direto, Muricy estava acostumado com vitórias. Vamos ver até quando ele consegue sustentar o Palmeiras na ponta. Muricy sabe que se deixar o time do Morumbi assumir a ponta, dificilmente deixam escapar o título.

Alexandre disse...

Concordo com você, os comentaristas dão muita importância à formação, se o time vai com 3 zagueiros, 1 atacante, etc. e isso nem sempre é tão importante. Às vezes a atitude pesa mais. E hoje em dia o atacante tem que voltar pra marcar, o zagueiro pode iniciar uma jogada de gol, como o Miranda ou o Edimílson, o futebol mudou.
Assisti ao Redação e achei que vocês falaram muito dos textos e nada da foto sensacional tirada do Marcos. Mas é sempre assim, os fotógrafos são esquecidos. Tenho uma amigo fotógrafo esportivo aqui em São Paulo que diz que a contrapartida é que ele ganha 20% das fotos que são vendidas pra outros jornais. Menos mal. A minha esposa é jornalista de um grande jornal de São Paulo e não ganha nada dos textos que são reproduzidos por aí sem autorização...
abraços

Dalben disse...

Belo blog.
O palmerias jogou melhor, teve azar e incopetencia para ganhar a partida, enfim, concordo com quase tudo que voce disse, abracos nori.

Anônimo disse...

O gás do Atlético-Mg e do Goiás vai acabar, são 2 bons times mas não vão aguentar acompanhar a força de Palmeiras, São Paulo e Inter.

São Paulo e Palmeiras mostram hoje o melhor futebol dentro de campo, e o confronto dos 2 está próximo, bem próximo, daqui a 4 rodadas! O Inter está saindo da nuvem negra, e se engrenar vai brigar cabeça a cabeça tbm.

Humberto Dallastra Parise disse...

Só me responde uma coisa ai faz favor... Pq esse jogo foi ontem? Se tivesse sido no fim de semana como os outros o Diego Tardeli naum teria jogado? Fala sério esse "eixo do mal" aí...

Blog do Tavares disse...

Foi ótimo jogo, como nunca mais tinha visto. Ambos jogaram bem e pra frente, mas também penso que o resultado foi pior para o Palmeiras que teve mais chances de ganhar.

Abraços!

Obs.: Humberto, será que a Globo tem algo a ver com isso?...

Jesus The Lord disse...

Tenho visto quase todos o jogos do Brasileirão quando tenho tempo, e comparando o Palmeiras com os outros, vejo um elenco mais enxuto que o do São Paulo e Inter, por ex. O time do Palmeiras vem jogando bem mais por causa do Diego Souza e Cleiton Xavier. Os dois que já jogaram como volantes, tem um poder de criação e chegada no ataque incríveis. Sem falar que voltam pra marcar. Mas o resto do time do Palmeiras é limitado como o da maioria aqui no Brasil.

O Atlético-MG, nem se fala. O time é limitado, com alguns jogadores fazendo diferença, como Tardelli. Mas não tem banco, e até mesmo no time titular vejo jogadores extremamente esforçados, mas que não passam disso.

Minha opinião é que muitos times lá embaixo vão entrar na briga, como o Cruzeiro. Não digo pra ser campeão, mas pelo menos na Libertadores, caso os novos reforços vinguem!

O jogo no Mineirão quarta foi um jogo bom de se ver, mas ficava na cara que o Atlético tem mais um time esforçado que qualificado.

Cada errinho de passe tosco, que brincadeira! O Serginho, que até jogou bem, não é nada mais que esforçado, um bom velocista.

E pelo que vi, o Celso continua medroso, discordando da sua opinião. Espera mais um pouquinho e verás ... ele não ganhou nada até hoje não foi atoa.. parece maldade, mas o final desse Brasileiro vai mostrar isso mais uma vez.

E o melhor é que não sou vidente!

Rodrigo Garcia disse...

Eu não assiti o jogo,estava acompanhando o Fla-Flu.
Dei uma olhadinha nos melhores momentos;pelo que vi...foi um jogo alucinante,como eu já esperava.
Cá entre nós,o Diego Souza já deveria está jogando no time do "Dunga" em ?
Mas voltando ao jogo;estou impressionado com esse galo mineiro.Brinquei muito no meu blog,dizendo que o Atlético mineiro,na realidade,não passava de um grande cavalo paraguaio.Acho ainda que ele não leva o campeonato,mas está fazendo uma campanha que eu nunca esperava.Nunca apostaria nele entre os quatro primeiros no final do primeiro turno.É por isso que eu amo o futebol;sempre surpreendente.

http://rodrigofutebolgarcia.blogspot.com(Futebol Sem Censura)

Shadow Wizard disse...

Abatemos esse galo paraguaio na moleza.

Corinthians rumo à triplice coroa!