quinta-feira, agosto 16, 2007

OS GURUS ERRARAM DE NOVO


Um dos ramos mais supervalorizados do mundo atualmente é o de guru da economia. Essas tais agências de classificação de risco praticamente decidem o meu, o seu destino avaliando países, inventando classificações como esse desprezível risco-país e, literalmente, brincando com milhões em espécie e milhões da nossa espécie, a humana.
Vomitam previsões e análises do alto de currículos que podem impressionar pela profusão de mestrados, doutorados e MBAs (outra praga do mundo mercadológico moderno). Um parecer dessa gente supervalorizada mexe com a sua vida no instante seguinte. Esses gurus do mundo globalizado e da economia de mercado (que de mercado não tem nada, mas é quase sempre economia da especulação) já previram inúmeras quebras de países (o Brasil escapou a esse vaticínio dezenas de vezes) e, por incrível que pareça, não tiveram a capacidade de prever o estouro da bolha imobiliária dos Estados Unidos. Ou será que não quiseram prever? Pois há alguns meses, um analista de mercado imobiliário que vi em entrevista do programa da Oprah Winfrey, retransmitido com algum atraso no GNT, já avisava que havia ali algo errado. Mas ele não era um guru e nem trabalhava em agência de classificação de risco.
Pois esse festival de chutes deu no que deu, uma nova crise especulativa global. Que carregará com ela empregos, economias, sonhos e esperanças. Falo que esses caras chutam porque é isso mesmo. Muitos deles jamais vieram ao Brasil e os brasileiros que nessas agências trabalham será que vão a supermercados, pagam prestações, fazem financiamento ou vivem naquela bolha da geração MBA de jovens cujo mundo trafega entre Blackberrys e BMWs, passando por stock options? Aposto na segunda opção. Por muito menos, eu que trabalho com esporte, já fui atleta, passo boa parte do meu tempo em estádios de futebol e pesquisando já fui chamado de chutador. E essa gente?
Que não pensem que eu sou contra mercado, trabalho, investimento e investidores. Longe disso. Entendo como funciona essa engrenagem. O que sou contra é essa feroz especulação financeira, recheada de falcatruas, pareceres que vitaminam ações e países com interesses obscuros. O que eu gostaria de perguntar agora é se algum desses gurus perde dinheiro com seus pareceres ou se investe sua grana nas ações que recomendam?

RIVAL AMIGO

Em sua luta para escapar da zona perigosa no Gangorrão-07 o Corinthians deu uma tremenda forla ao rival São Paulo. Ganhou do Grêmio e do Botafogo, que eram potenciais candidatos no primeiro turno, e deu ao Tricolor uma folga considerável para o início do returno. São particularidades desse sistema de disputa. Eu ainda defendo a tese de que esse campeonato não se define nos confrontos entre os tubarões que brigam pela taça, mas sim quando esses peixes graúdos enfrentam peixinhos ornamentais ou frágeis girinos e perdem pontos que pareciam ganhos. O segundo turno vem aí pra colocar em discussão essa tese.

FOGO BAIXO

Que dizer do Botafogo, outrora esfuziante e agora quase opaco? Primeiro que nada está perdido. Segundo que em vez de espernear e se fazer de vítima, o vice-presidente do clube deveria tratar de buscar um goleiro ao menos razoável e enquadrar o Zé Roberto. Por que é fácil afastar jogador indisciplinado. Difícil é fazê-lo jogar. Talvez agora o cartola fale menos e deixe o clima mais tranquilo para que Cuca e seus jogadores possam trabalhar e recuperar o caminho das vitórias.

CRISE DO VÔLEI

Acho ótimo que tenha estourado essa crise no time masculino de vôlei do Brasil. Acaba com aquela aura pra lá de falsa de equipe perfeita, meninos maravilhosos e treinador iluminado. São todos muito competentes, mas seres humanos, com pecados e virtudes. Aquele ar de sala à prova de micróbios que havia no voleibol era meio irritante e pouco verdadeiro. Duvido que isso abale a caminhada vitoriosa do time e coloque um pingo de dúvida sobre a capacidade de Bernardinho. Melhor para todos eles que não são semideuses ou deuses, mas apenas atletas e profissionais de alto nível em suas atividades.

9 comentários:

Neto disse...

Fala, Nori! Concordo com tudo, principalmente quanto aos economistas! Lembra que falamos sobre a crise de uma década lá no site do Menon?
Quanto ao campeonato....Bem, eu gostava, mas volto atrás e desaprovo o sistema por pontos corridos! Está chato e modorrento! Eu reconheço: errei e peço a volta das finais.

Alexandre Rubião disse...

GURUS - Infelizmente, o mercado financeiro funciona desta forma.Os "insiders" querem enganar os "outsiders".
Agora, no caso do estouro da bolha do mercado imobiliário norte-americano, ninguém pode reclamar de desinformação. Quem acompanhava as notícias a cerca do assunto já sabia que a coisa ia desandar. Crédito farto, juros baixos, pessoas se endividando e comprando imóveis com preços sobrevalorizados como opção de investimento, etc.
Esses falsos gurus da economia falam o que o patrão (ou o interesse pessoal) manda, não o que realmente pensam. Lembra-se do caso Enron? A empresa estava ferrada, com balanços maquiados, ações valorizadíssimas e, mesmo assim, esses “gurus” diziam que não havia problema algum. Quando o escândalo chegou à tona, o rombo já era bilionário.
BOTAFOGO - O Botafogo pode até disputar o título, mas contratar o goleiro reserva do Paraná é dose. O Flávio, goleiro titular, já não grande coisa - costuma defender as bolas difíceis e entregar as mais fáceis - imagine, então, o reserva Marcos Leandro. O cara é mão de manteiga. E o destempero dos seus dirigentes também contribuiu para a queda de rendimento da equipe. O momento é de calma, mas eles ficam com ataques de pelanca; será que não percebem que isto atrapalha a equipe. O caminho ficou muito mais fácil para o meu São Paulo conquistar o Brasileirão-07.
Abraços

Miss Lyly disse...

Perfeito o comentário!

Anninha disse...

Nori,concordo com vc no tocante ao volei.A maior prova de que e uma familia,discordando do Ricardinho,e que ha brigas,desentendimentos.Qual familia nao briga? Nao existe uma que seja incolume a desavencas e lavagem de roupa suja! Gosto mto do Ricardinho mas ele ano esta sendo humilde o suficiente pra se autoavaliar e ver aonde errou. E gostei do depoimento de Giba e de Gustavo. Bernardo me surpreendeu com seu equilibrio e com sua decisao de esperar baixar a poeira pra tentar uma reconciliacao.Beijo grande,Anninha

Juliana disse...

http://www.youtube.com/watch?v=PcO6yHbMztg

Noriega,esse link é de um vídeo gravado por torcedores que estavam na festa do Internacional,de 1 ano da Libertadores.É longo,9 minutos.Mas se puder,assista e veja a emoção e o choro do Fernandão ao falar.
Lendo o seu post ali debaixo sobre a estupidez no futebol,ainda bem que existem essas cenas que fazem torcer valer a pena.
Bjs!!!

Anônimo disse...

Ps:a emoção que falei é no discurso dele,não naquela entrevista do início do vídeo.

guto disse...

O presidente do Botafogo pode ter sido bom como técnico e jogador de vôlei, mas é tão destemperado quanto os piores cartolas do futebol. estou com o que disse uma vez o juvenal juvencio: esse pessoal que vai do vôlei pro futebol entende mesmo é de vôlei...

Marcelo Rotary disse...

Prezado Moriega , sou carioca e moro em Poa.Assisti uma palestra do ex presidente do Inter Fernando Carvalho, que apresentava o plano estratégico que implantou para reestruturar o Inter como clube,achi muito interessante.Quando perguntaram a Carvalho, como fez para conseguir esse número de associados( 47 mil) , era só pelo resultado de campo? Que iniciativa de marketing implementou?
Disse ele que só pelo resultado de campo nunca conseguiria.O sócio tinha que perceber que valia a pena se associar ao clube.Dar a ele vantagens que torcedores normais não tem .Então alguns projetos promocionais e vantagens foram implementadas.Como sorteio todo jogo da bola da partida, 10 sócios por semana terem acesso ao vestiário novo colorado e ter contato com atletas.Dois sócios por jogo fora de Porto Alegre,tem a oportunidade de viajar junto com a delegação.O presidente recebia 15 sócios toda sexta feira por um hora para ouvir sugestões , críticas elogios sobre o clube.
Revista mensal do Inter, sorteio de camisetas.Receber em casa DVD dos bastidores do mundial, exclusivo para sócios.Acesso de curiosidades do clube que só os sócios tem no site colorado.Convenio com lojas e cinemas que ao apresentar a carteira de sócios do clube voce ganha descontos.A rádio e TV Inter Reebok .Então são iniciativas assim que fazem o clube arrecadar, tudo depende da criatividade, pois mercado tem.Esta aí o exemplo;
Mas ele disse que para isso dar certo, o dirigente precisa transparecer credibilidade.E o torcedor acreditar no projeto .É exatamente o que falta pra os cartolas do Rio de Janeiro, do Flamengo , Corinthians também.
Você não acha, que marcas como Flamengo e Corinthians pelo potencial que tem, quase nao sao exploradas?
Flamengo e Corinthians pela mídia, torcida que possuem nao eram para ser os times mais ricos da América do Sul, se fosse bem administrados?
Gostaria da sua opinião.
Abraços e parabéns por esse espaço, sempre acompanho.

Marcelo Rotary

Grita São Paulo disse...

Olá...gostaria de fazer uma troca de link??

aguardo seu contato abraços..