terça-feira, maio 22, 2007


MAIS COPA AMÉRICA.
E A SABEDORIA DE UM
TORCEDOR BRASILEIRO

Tomo a liberdade de reproduzir aqui o e-mail enviado pelo amigo Marcelo Rayel. É uma visão interessante e inteligente sobre como o torcedor brasileiro e o torcedor europeu analisam o nosso futebol, o brasileiro, e também o sul-americano. Vale a pena ler.



Prezado Noriega,

A questão da Copa América é um assunto brasileiro. E mal resolvido...O brasileiro, e somente ele, diminui a Copa América.A última Copa América foi exibida quase que na íntegra para o Reino Unido. Inclusive produziu no The Talk do jornal inglês The Guardian um fórum só para ele, feito pelos próprios leitores, quase todos eles ingleses.Há um cidadão espanhol que participa do The Talk que encheu a paciência por causa do clássico Santos X São Paulo, na Vila Belmiro, pelo Paulistão desse ano. Para ele, que assistiu ao jogo que foi transmitido para a Espanha, era o grande confronto futebolístico do ano.Isso sem contar um monte de fóruns internacionais que eu participo onde o pessoal me enche a paciência, já que eles não entendem porque o Libertad faz frente ao Boca.Ou seja, o futebol Conmebol é exibido na Europa e amplamente assistido por quem realmente precisa dar apoio: o verdadeiro torcedor de futebol europeu. O Zé Povão. São eles que movimentam as transmissões para a Europa, são eles que amam o futebol tanto quanto nós.O que faz cada vez mais não entender porque o brasileiro diminui tanto a Copa América se os europeus assistem sem essa de que é país pobre ou o que seja, sem o menor preconceito, apenas pelo prazer de se assistir a um bom jogo de futebol.O europeu, nesse particular, tem mais entendimento e é bem menos preconceituoso do que o sulamericano. Quando há algum europeu descendo a lenha na Copa América, pode acreditar que é dor-de-cotovelo em ver tantos craques reunidos.É o caso das próprias estações de TV produzirem vinhetas e chamadas para a Copa América tão ou mais sedutoras quanto às das eliminatórias da Eurocopa. Tipo as chamadas para o Campeonato Brasileiro ou Brasileirão Série B que é extremamente bem-humorada.O que eu vejo é uma tremenda má vontade por parte das TVs e rádios brasileiras com a Copa América e uma assustadora boa-vontade com a Eurocopa. Tudo totalmente contra a atitude do Zé Povão europeu, em especial o inglês.

8 comentários:

Rafael Campos disse...

e ae Noriega, td certinho ?!
Bom esse assunto da copa américa é intrigante e o seu amigo esclareceu pontos muito importantes sobre essa história.
Na minha opinião nós brasileiros desmerecemos muitas coisas, não só no futebol. No aspecto futebolístico fica claro quando se diz respeito a copa américa, onde até o Kaka se deu ao direito de pedir dispensa da seleção.
Vendo o programa ''bem amigos'' ontem adorei a opinião do Galvão Bueno sobre a atitude do Kaka. Você acha que ele foi infeliz no pedido de dispensa ?
Eu fiquei muito na dúvida sobre esse fato, mas vendo o que o Jorginho falou ( auxiliar técnico ) cheguei a conclusão que faltou diálogo da parte dos jogadores que mais tarde vieram a pedir dispensa.

Valeuuuu Noriegaaa, mais uma vez parabéns pelo trabalho

Michell W. Lopes disse...

Finalmente...
Faz muito tempo que tenho essa impressão, e, sempre que a comento com terceiros, sou motivo de risadas.
Vamos pautar o comentário apenas ao confronto Ingleses x Brasileiros.
Mestres (enquanto inventores do esporte) x Aprendizes, respectivamente.
Primeiro, os aprendizes sem dúvida superaram os mestres, no jogo.
Mas em relação ao resto...
Uma das frases mais repetidas em nossa imprensa é o brasileiro "ama" o futebol. Mentira.
O brasileiro ama o time que ganha.
Ama a rivalidade. Ama infelzmente a guerra das torcidas organizadas.
O Ingles ama o futebol.
A maior prova é a final da UEFA Champinos League de 4ª. Foram disponibilizados 17.000 ingressos para a torcida no Liverpool. Pelo menos 30.000 ingleses estarão em Atenas. E, o mais impressionante pelo menos 20% não torcem para o Liverpool. Gostam de Futebol.
Poderia inumerar várias outras idéias. Mas acho que isso dá pra demosntrar o tanto que temos que aprender ainda com nossos Mestres.

Bruno Pinto disse...

Permita-me discordar. Aqui na Europa a Copa América não tem uma expressão muito relevante, até porque é normalmente um campeonato um tanto fraco, pouco competitivo e actualmente com apenas dois candidatos reais, Argentina e Brasil, com Uruguai a meter-se no meio de vez em quando. Não será por acaso que Ronaldinho ou Kaká disseram não à Copa deste ano. O facto de algumas estrelas não estarem presentes tira indubitavelmente alguma visibilidade à competição. Não tem comparação com a Eurocopa.

MAURICIO - JOINVILLE disse...

Noriega,gostaria através de você a quem eu tenho grande respeito e admiração colocar minha indignação com relação a transmissão dos jogos de quarta-feira. Sou santista fanático e inclusive sócio do Santos e na semana passada não assistimos aqui em Joinville a partida do Santos pois o SPORTV passou para cá os dois jogos da Copa do Brasil que já estavam sendo transmitidos pela Globo e Band em canal aberto, ou seja, um absurdo ... gostaria que você levasse esta minha reclamação as pessoas responsáveis aí da emissora, o comentário geral de muitos santistas aqui da região é que isso acotnecer hoje novametne todos irão cancelar a assinatura da NET pois não faz sentido a SPORTV passar o mesmo jogo que a Globo ... abraços e desculpe o desabafo !!!!

GIGI disse...

Oi Noriega.
Aprecio muito seu trabalho, principalmente a forma isenta como sempre se manifesta a respeito de qualquer time.
Alguns comentários meus feitos aqui ano passado, podem confirmar o que digo.
Gostaria no entanto de perguntar uma coisa a você. Li hoje na Zero Hora uma manifestação sua de solidariedade ao repórter Leandro, sobre a matéria com o Clemer. O referido acontecimento envolveu dois profissionais de alto nível, com bom conceito tanto na área profissional como pessoal. Ouvi ainda um repórter da Globo esporte, diretamente de Porto Alegre dizendo que várias pessoas testemunharam o Clemer apontando para o dirigente e dizendo alguma coisa mais ou menos assim " Oh, o homem está ali! Aproveita e pergunta para ele." Mas este mesmo repórter da Globo esporte, que me foge o nome agora, afirmou que a entrevista em si, ninguém presenciou. Bom, com base nestas declarações pergunto: Não é complicado tomar partido numa discussão deste tipo? Principalmente levando em conta o histórico de cada um,que como já falei anteriormente, é impecável?

Bernardo RS disse...

Concordo com o Michell W Lopes, o brasileiro, em geral, o Zé Povão, ama primeiramente seu clube.

E não é somente brasileiros que não dão valor a Copa América, a Seleção Argentina certa vez boicotou o torneio. Lembram?

O que falta é mais organização da Conmebol e os paises que hospedam a competição. Sem um trabalho de marketing mais evoluído e a logística de acesso a competição para lotar os estádios com varias nações prestigiando o evento, as pessoas continuarão a se desinteressar - uma vez que futebol ha muito tempo passou a ser produto.

Portanto vamos valorizar que o torcedor nacional foge a essa premissa quando se trata de amor ao seu clube. Já o Europeu torce facilmente para 1 time em cada país.

Iara Alencar disse...

oLA...
Assim como o jogo entre Livepoll e Millan é um grande acontecimento para nos sul americanos, jjogos daqui sao para eles.
Perfeitamente normal.
Mas os brasilerios gostam de copa america, sao os jogadores que estao desfaznedo da competição.

Nori disse...

Gigi, antes de mais nada, agradeço seus comentários. Realmente, conheço o Clêmer e nunca tive problemas com ele. Também conheço o Leandro Behs, o David Coimbra e a seriedade do trabalho da Zero Hora. O problema é que os jogadores adoram dizer que não disseram dependendo da repercussão da declaração, sempre pressionados por um dirigente. Já vivi essa situação e, felizmente, eu tinha a declaração gravada. Mas nem sempre a temos gravada e nem sempre os jogadores bancam o que dizem.