segunda-feira, maio 14, 2007


COMEÇOU O BRASILEIRÃO
DO TUDO PODE ACONTECER


A bola rolou pelo Brasil e o começou foi animador: 39 gols, média de 3,9, coisa que só acontece por essas bandas. Não tenho bola de cristal e não é do meu estilo esse lance de querer profetizar na primeira rodada o que vai acontecer com cada time. Tipo cravar "esse time não chega a lugar nenhum", "equipe B é candidata ao título" etc.
Em cinco anos de pontos corridos, o atual tende a ser o mais equilibrado dos Brasileiros. A distância entre o, teoricamente, melhor time e o pior é cada vez mais curta, reduzida. A maioria dos times ainda se acerta, alguns buscam treinadores e outros podem perder o comando em breve, como sempre ocorre. A diferença é que não salta aos olhos uma enorme superioridade por parte deste ou daquele time. Ainda que Santos e São Paulo tenham bons times e elencos, e que Botafogo e Palmeiras tenham começado de maneira empolgante. Atlético Paranaense, Paraná e Sport construíram boas vitórias, mas contra times mistos ou reservas, o que impõe um asterisco à análise.
Será que Flamengo e Internacional, dois bons times, foram contaminados pelo baixo astral? O que esperar do Corinthians, limitado, mas muito brigador? E do Galo, que virou na última volta do ponteiro (essa é velha!!!!) em cima do esforçado Náutico?
Defendo a seguinte tese: para se ter uma idéia do que vem por aí, do que pode ser o campeonato, é preciso esperar dez rodadas. Porque dez? Porque com 30 pontos em disputa, praticamente todos os times já terão jogado dentro e fora de casa mais de uma vez e feito um clássico regional. O que ajuda a ter uma medida do poderio de cada um.
Outras perguntas ainda serão respondidas dentro de campo. Como será o Santos se, realmente, perder ZéRoberto? O São Paulo será o da convicção de Muricy no Paulista e na Liberadores ou o time mexido que ganhou do Goiás? O Grêmio da Libertadores entrará em campo quando no Brasileiro (assim como o Santos)? Fluminense, Figueirense e Botafogo farão revezamentos pensando na Copa do Brasil?
Para mim, fica apenas a certeza, que vem de muito tempo, de que não existe campeonato mais disputado e equilibrado que o Brasileiro. E mesmo em termos técnicos, pela quantidade de clássicos (afinal, temos 12 equipes grandes, pelo consenso geral, contra 2 ou 4 das grandes potências européias), o resultado é imprevisível.
Que pelo menos a média de gols seja mantida até que tenhamos uma idéia mais clara do que está por vir.

9 comentários:

AlexSA disse...

Olá, Nori... Acho que nem de longe o campeonato brasileiro se compare com o das potências européias (digo Itália, Inglaterra e Espanha), além dos nossos melhores jogadores lá estarem, lá se encontram os maiores técnicos do mundo... Mas vamos ver o que acontece por aqui, ou seja, quem ano que vem estarão lá na Europa...

Leonardo disse...

Nori, não acho que o campeonato brasileiro seja assim tão disputado, acredito que há sim os times que são favoritos destacados para vencê-lo(Santos,São Paulo). O São Paulo é sem dúvida o grande favorito, pois têm de longe o melhor elenco do futebol brasileiro. Vale lembrar que em mata mata é possível que ocorra surpresas porém em um campeonato longo e de pontos corridos a tendência é que as equipes melhor organizadas e com elenco bem construído levem ampla vantagem. Acredito que com o passar dos anos o Campeonato Brasileiro passará a ser conquistado apenas por equipes como o São Paulo e o Cruzeiro por possuírem uma estrutura muito melhor que as demais.A solução para as outras equipes seria começar a montar suas estruturas para no futuro disputarem de igual para igual com tais equipes e não ficar "se achando" como o Inter(ou Grêmio) que por ter eliminado o tricolor pensaram já ser grandes o suficiente e aí caem do cavalo!!
Abraços!!!

Guilherme disse...

Noriega,
O Figueirense jogou desfalcado de apenas de 2 jogadores e por contusão.Logo, o time não era o famoso "misto".

Nori disse...

Alexsa, permita-em, respeitosamente, discordar. Aqui temos dez times em condição de ganhar um título, na Espanha, 3 ou 4, na Itália, 3 ou 4, na Inglaterra, 3. Em termos de competitividade, não se compara. E uma coisa é analisar o futebol europeu levando em conta apenas os grandes times. Vá encarar um Watford x West Ham, por exemplo. É terrível. Também discordo quanto aos treinadores, aqui temos alguns muito bons também.
Abs.

Nori disse...

Leonardo, abs. Vejo de maneira distinta. Tomemos como base o sistema de pontos corridos, tivemos quatro campeonatos disputados até agora e quatro campeões diferentes. Então, a estrutura não tem sido tão fundamental. E se assim fosse, times como Goiás e Atlético Paranaense, teriam chegado muito mais do que chegaram, porque têm estruturas maravilhosas, no mínimo iguais às de São Paulo e Cruzeiro. Isso sem falar no Santos, que evoluiu muito nesse aspecto. Se tomarmos por base os últimos dez anos, veremos os seguintes campeões 97 (Vasco), 98 (Corinthians), 99 (Corinthians), 2000 (Vasco), 2001 (Atlético-PR) e 2002 (Santos). São Paulo e Cruzeiro aparecem apenas uma vez cada nessa lista.
Abs

Nori disse...

Guilherme, obrigado pelo toque, é que durante o jogo do São Paulo com o Goiás, no qual trabalhei, me passaram a informação de que o Figueira começou sem cinco titulares.
Abs

Rubén Uría disse...

Hola! Me podéis dar información sobre cómo le va a Ze Roberto? Gracias y un abrazo!

Anônimo disse...

D E N Ú N C I A !!!!!


Amigos brasileiros têm blos esportivos na argentina praticando racismo contra os brasileiros.
O endereço é: http://www.valechumbar.com/item/2860#comment-81035
Visitem e vejam o absurdo.

Sei que existe uma grande rivalidade entre Brasil e argentina, mas os argentinos apelam para racismo, e outras ofensas mais.

Entrem no endereço e comprovem.

Um forte abraço,

Ângelo Duarte

Leonardo disse...

Nori, concordo com o que você falou em relação ao Atlético-PR e ao Goiás.O problema destes clubes é que infelizmente não possuem a tradição e a força de torcidas como a do tricolor e a do Cruzeiro.Você têm razão mas acho que a tendência é a elitização. Acredito que daqui a alguns anos o domínio de times de estrutura e tradição será muito grande como acontece nos países europeus vide ManchesterUnited,Barça,Real,Milan,Juventus,Bayern...
Abraços!!