sexta-feira, janeiro 22, 2010

Primeira mancada

do apito em 2010


Foi crasso o erro de Paulo César de Oliveira e Alberto Poletto no empate por 2 gols entre Barueri e Palmeiras, em Presidente Prudente. Erro grosseiro de verificação de um lance fácil na cobrança de pênalti em que Tadeu, do Barueri, recebe em clara posição de impedimento um toque de Carlos Eduardo. Muito perto do lance, Paulo César, que é ótimo juiz, não poderia errar.

Errou. E Muricy foi ótimo na entrevista ao não chutar o balde, não espernear. Reclamou, mas afirmou que confia na honestidade do juiz e que erros acontecem. Excelente a postura. No geral, Paulo César teve uma arbitragem normal. Acertou aqui, errou ali. Muita gente acha que não marcou um pênalti em Diego Souza, em jogada pelo lado esquerdo do ataque palmeirense. Desse ninguém da comissão técnica palmeirense reclamou. Mas houve outro de Daniel Marques em
Diego, em cruzamento pelo alto. Esse foi.

O jogo foi apenas razoável. O Palmeiras oscilou como todo time oscila em início de temporada. Mas deixou claro que seu elenco precisa de mais peças no meio-campo e no ataque. É bom, mas em os buracos do ano passado. O Barueri tem boa qualidade entre as equipes intermediárias e contra-atacou com eficiência.

Conversei no aeroporto com um dirigente palmeirense e ele me disse que a idéia é apostar em alguns jogadores do time que disputa a Copa São Paulo. O meia-esquerda Ramos deve, em breve, subir para o time principal.

10 comentários:

Victor Hugo disse...

Não demorou nada para acontecer o primeiro erro grosseiro do ano. Triste porque o Paulo Cesar é um dos melhores árbitros do país e agora vai pegar um gancho.
Mas também não foi por isso que o Palmeiras deixou de vencer, o Grêmio (Barueri) mostrou ter um bom time, que pode dar trabalho nesse Paulistão.

Luiz disse...

Ola noriega, mais uma vez eu que o critiquei outro dia por comentar uma lance de um assistente, agora o caso é outro, esse lance vc esta corretissimo erro claro que não poderia passar de jeito nenhum, assistente estava fora de posição em minha visão lance muito mais para o paulo cesar, mas o quero falar não é isso a questão é que vcs se perdem com comentarios por desconhecerem totalmente as orientações de deveres do quarteto, falar que o quarto arbitro poderia interferir e que ele esta ali para isso como o milton leite disse é totatalmente fora de propósito, jamais o quarto arbitro pode interfirir em um lance tecnico da partida, se foi ou não foi falta, se estava ou não impedido, o quarto arbitro pode e deve comunicar o arbitro em caso de 2 cartões amarelos para mesmo jogador, agressão que ele tenha visto ou seja questões disciplinares mas nunca na quetão tecnica, por favor noriega isso que me deixa revoltado comentar e criticar um assinto do qual vcs desconhecem não é justo pois vcs são formadores de opnião e quem esta assistindo e tambem não sabe vai por vocês. abraços!!

Futebol Total por Dan disse...

Opa Maurício, vejo você pelo Sportv e gosto muito de suas análises. Estou visitando seu blog pela primeira vez e o aprovei. Eu tenho um blog também, o meu é o:
http://futeboltotalpordan.blogspot.com

Meyer disse...

Acho muito estranho comentaristas que são parciais nas análises esportivas. Mais estranho ainda é a importância exagerada que se está dando ao futebol! Futebol não nuda nada, não melhora nada, só ajuda a quem é do meio: jogadores, dirigentes, jornalistas...
Milton Leite é daqueles que torcem ao transmitir partidas, não sei para que time ele torce, mas é contra o Palmeiras! E vc, parceiro dele está entrando nessa também! Quer dizer que não houve nenhum penalti contra o Barueri na quinta-feira? Vc falou isso na transmissão do Sportv...
È necessário que, dada a importância que se dá ao futebol, que cada profissional da área torne pública sua preferência clubistíca, para que se possa analisar claramente suas opiniões...
Afinal, ninguém se tornou profissional na área esportiva torcendo, apenas, para o Linense...até porque todos os torcedores do Linense torcem para algum grande clube de São Paulo...
Caro senhor, um pedido: menos torcida e mais profissionalismo, por favor!

Nori disse...

Meyer, das duas uma, ou você é cego e surdo, ou tem uma baita má vontade com todo mundo. Eu falei que houve um pênalti contra o Barueri, do Daniel Marques no Diego Souza. E escrevi no blog a mesma coisa, e o Milton concordou. Cara, não tem tamanho a bobagem que você escreveu querendo que as pessoas digam para quem torcem. Até porque os torcedores mais radicais (espero que vc não seja um deles) erram todos os chutes. Em tempo: nenhum integrante da comissão técnica do Palmeiras reclamou do pênalti que os torcedores imaginam ter visto. Só de um, o mesmo que eu falei ter sido (e que você esqueceu). Caro senhor, seja você mais profissional como torcedor e menos corneteiro. Do nosso profissionalismo no SporTV nós estamos muito cientes e tranquilos.

Vinicius Oliveira disse...

Mauricio Noriega, gosto muito dos seus comentarios no Sportv, o Paulo Cesar de Oliveira estava indo bem na minha opiniao, mas esse erro foi muito absurdo, mereceu inclusive sua puniçao, acredito que o Palmeiras não vá ter um grande ano, não vejo muito futuro pra esse time não

http://viniciusoliveiraa.blogspot.com/ .. Noriega, visita meu blog? la falo algumas coisas sobre futebol, um pouco mais humilde né? hahaha, mas também falo sobre experiencias no meio do futebol que eu tive, eu era jogador do sao cristóvão aqui do rj, e semana passada fui dispensado, por motivo muito comum no futebol, parcerias, mas o resto está lá no meu blog, se puder comenta também ok? abraço

Meyer disse...

Não, eu não sou radical, tanto que, apesar de morar próximo ao Parque Antártica, nãovou aos estádios faz mais de 5 anos...
Ainda assino o campeonato pela Net, mas tenho pensado muito em parar com isso também...
A julgar pela sua resposta, muito agressiva aliás, é fácil entender o porquê de vcs falarem tanta bobagem nas transmissões! É fácil quando vc está sózinho, sem contestações, falar qualquer coisa...não vai ter réplica mesmo...
Mas, acho incrível vcs criticarem tanto e enxergarem tão pouco: erram nomes, erram situações [é escanteio, dizem que é tiro de meta, etc] e criticam jogadores, juízes e, agora, torcedores!
No jogo vcontra o Barueri, houve 2 situações de penalti iguais, uma do lado esquerdo e loutra do lado direito e, vc confirma na sua resposta, segundo vcs nenhuma delas seria falta. Gozado que o penalti a favor do Barueri foi emlance semelhante e nesse vcs enxergaram...
Nem vou tentar chutar para qual time vc torce, mas uma certeza eu tenho: vc e seu parceiro também, torce contra o Palmeiras!
Culpa de uma diretoria fraquíssima, mais preocupada em obter carteirinha de diretor [e sei disso muito bem, pois meu 'tio' o Capitão Alberto Nicoli foi diretor do Palmeiras] do que em dar um direcionamento profissional para o clube.
Se a diretoria fosse séria, o tal de Paulo César NUNCA mais apitaria jogo do Palmeiras, porque o time não entraria em campo, mas esse tipo de coisa só o Vicente Matheus tinha peito para fazer...
Quanto a declarar o time, não declara porque tem a consciência pesada, não tivesse, qual o problema em tornar isso público? Os grandes comentaristas já o fazem, como, por exemplo, o Juca Kfouri.

Anônimo disse...

Senhor Meyer!!!

O senhor é um fanfarão!!!!! Pede pra sair!!!! Esse espaço é frequentado por pessoas que gostam de futebol. Divergem, mas sempre com educação e respeito às opiniões!!!
O seu comentário nada acresenta...

Seja feliz.

André Antunes

Luiz, disse...

Olá noriega assisti a transmissão domingo e ouvi quando você disse o assistente marcou a falta ele levanta a bandeira e a chacoalha isso é marcação de falta, quando é impedimento ele apenas a levanta, oi foi coincidencia ou ajudei de alguma forma, fiquei feliz, gosto da critica e das colocações em algum assunto quando agente percebe que esta embasado em algo ai é muito construtivo, continue assim e no que puder ajudar conte comigo, abraços!!

Meyer disse...

Sr. André Antunes,

Onde está a falta de educação? Falta de educação é não saber escrever: é fanfarrão! que o senhor nem sabe o que quer dizer!

fan.far.rão
Adjetivo.
Substantivo masculino.
Que ou quem blasona de valente sem o ser; parlapatão, ferrabrás, farofeiro. [Pl.: –rões. Fem.: fanfarrona.]

O senhor está me chamando de covarde? Covarde são aqueles que acusam sem saber a quem acusam!
Mas, apesar de ter 2 desembargadores na minha família, vou deixar passar, acreditando que foi pela emoção!
Vou cair fora mesmo, Porque aqui, pelo jeito, não se pode divergir, tem que concordar...
Ah! e o seu comentário, o que acrescenta? Só ofende! Por causa desse tipo de coisa é melhor sair...