segunda-feira, junho 09, 2008


CORINTIANO DOUGLAS É O ELO

PERDIDO DO FUTEBOL BRASILEIRO


Trabalhei na vitória do Corinthians sobre o Barueri por 4 a 1, sábado. Triunfo incontestável, absoluto. Mas o que valeu a pena mesmo foi ver em campo o novo camisa dez corintiano, o meia Douglas. Já tinha visto grandes atuações do Douglas pelo São Caetano e, nessas ocasiões, afirmava não entender por que nenhum grande clube brasileiro tinha investido nele. Canhoto, habilidoso, técnico, visão de jogo, Douglas é o elo perdido do velho futebol brasileiro. Ele joga o futebol que era comum ser praticado por aqui, mas que parece estar quase extinto. Simples e objetivo e, por isso mesmo, bonito. Douglas executa com objetividade jogadas que parecem sofisticadas. É daqueles jogadores que fazem o time funcionar, que os companheiros procuram em campo.
Ao final do jogo encontrei o amigo Flávio Trevisan, preparador físico do Corinthians, profissional dos mais competentes. Ele me disse que os advesários estão ficando malucos com o futebol do Douglas, alguns estão até apelando para a aressão. "Estão dando de mão no Douglas", disse, sem disfarçar um sorriso de satisfação.
Que no Corinthians Douglas consiga desenvolver todo seu potencial. O futebol brasileiro precisa disso, não apenas o torcedor corintiano.

COMO EXPLICAR A
APATIA ALVIVERDE?

O Palmeiras beirou o ridículo ante o Sport. Ainda considero o time de Luxemburgo (até quando?) candidatíssimo ao título. Agora, sem tirar o mérito do Sport, os jogadores do Palmeiras deram uma aula de falta de compromisso e atitude na Ilha do Retiro. Até o treinador, sentado tranquilamente no banco, parecia contaminado pela apatia. Em certos momentos, esse time do Palmeiras parece acreditar que é um esquadrão, que pode ganhar sem esforço, que vence quando e como quer. Está muito longe disso.
Outra questão é a permanência ou não de Luxemburgo. O Palmeiras está preso a uma lógica que diz o seguinte: o time só foi campeão ultimamente com Luxemburgo e com Felipão. É preciso que o clube se estruture para não depender de um ou outro treinador e possa ser vencedor com outros profissionais.

PERGUNTAR NÃO OFENDE

Seria coincidência o fato de confusões e polêmicas acontecerem quase sempre com os mesmos árbitros de futebol? Por que vira e mexe tem algum problema em jogo apitado por Wilson Souza de Mendonça, Djalma Beltrami, Wagner Tardelli, Carlos Eugênio Simon, Giuliano Bozzano?

VINOTINTO

A Seleção Brasileira tipo exportação conseguiu a proeza de perder para a Venezuela por 2 a 0. Pior que a derrota é a falta de horizonte. Vitórias muitas vezes camuflam a falta de um bom rendimento. Mesmo quando vence, tirando os jogos contra a Argentina, a Seleção de Dunga quase nunca convence. O que mais incomodou nem foi a derrota para a Venezuela, mas a constatação que não existe uma idéia de time na cabeça do técnico do Brasil. Duvido que alguém consiga explicar como joga a Seleção? Não vale responder que joga mal, porque essa já sabemos.

INTER E SÃO PAULO

Favorito como o Palmeiras, o Flamengo, o São Paulo, o Inter perdeu mais uma. Perdeu Abel, perdeu a identidade. Ainda tem time e tempo para mudar isso, mas assusta a maneira como a equipe parece estar desmoronando. Já o Tricolor paulista parece, enfim, ter tirado o luto e compreendido que a vida não se resume à Libertadores. Bom para o campeonto e ruim para a concorrência.

5 comentários:

André Monnerat disse...

Já eu não considero o Palmeiras candidato ao título não. Pode ser que eu esteja enganado, mas nunca me convenci de que o Palmeiras tenha este elenco todo de que falam. Reforços como Lenny, Léo Lima ou Denílson não empolgariam ninguém se fossem para um Botafogo, por exemplo.

Tenho a impressão de que a maioria aposta muito na grife de Luxemburgo e, por isso, se deixou enganar pelo título paulista - mais ou menos como diziam que os times cariocas faziam quando ganhavam o seu Estadual até bem pouco tempo atrás.

carlos pizzatto disse...

Douglas tem personalidade, não sentiu o peso da camisa do Corinthians. Faz no Timão o que fazia no Azulão.

Adiel disse...

O Douglas é um bom jogador, mas vale lembrar que até agora ele não enfrentou nem um time bom.Jogar bem na série B não é tão difícil.

Sobre o Palmeiras,o Luxemburgo está mostrando novamente que não está acima dos outros bons técnicos do futebol brasileiro.Veja por exemplo Mano Menezes, tem um elenco mais limitado e faz um excelente trabalho, apesar de não ter passado para a fase final do paulista apresenta um futebol mais consistente do que o Palmeiras.

Adiel disse...

Adoro a equipe de futebol do SporTV, especialmente vc e o Milton.Nada melhor do que assistir um jogo do Timão com a narração de Milton Leite e comentários de Noriega.(Não estou puxando saco!)

Que belêêêêza!!!!!!!!!!!!!!

joao mauricio disse...

O problema é que hoje em dia temos que torcer também para que nenhum jogador se destaque no time. No caso do Douglas logo logo já vai aparecer algum time europeu ou russo interessado e adeus! A que ponto chegamos.