quinta-feira, janeiro 31, 2008

AH, OS PALADINOS...


Tem muita coisa no Brasil que é irritante. Uma delas é a profusão de auto-denomidados paladinos. Gente que se arvora o direito de gritar aos quatro cantos que é mais honesta que todo mundo e que, tirando ele e seu pequeno grupo de amigos, ninguém mais presta. O Jornalismo (ou seria pseudo) tem muitos deles. Mas a praga infesta a música, o teatro, o cinema, as letras, a política (embora nessa área eu tenda a achar que quase ninguém presta mesmo).
Óbvio que nesse País carente de vergonha na cara, tem muita, mas muita pilantragem em todos os setores acima citados. Mas não se deve jogar no ventilador, muito menos agredir por atacado, na base da leviandade. Pior que tudo isso é o pré-julgamento por associação, típico de situações e países autoritários. E não há nada mais irritante do que pessoas que fazem de seu manual de vida a velha máxima do junte-se aos bons que serás um deles.

ALARDE AMAZÔNICO

Nosso presidente profere mais uma de suas pérolas. Agora diz que se faz muito alarde com a situação da Amazônia. Ora, presidente, quem fez alarde quando divulgou ao mundo que o Brasil cuidava bem da Floresta, que o desmatamento estava diminuindo, que a cana e o gado não invadiriam o mato? Agora faz alarde quem, com base na ciência, grita socorro em nome da Amazônia? Ou está certa a ministra Marina Silva, de cuja história de vida sou fã, ao dizer que quando o desmatamento cai é mérito do Governo e quando o desmatamento cresce a culpa é das commodities? O que parece fato é que não apenas este, mas todos as administrações federais deram as costas para os problemas da Amazônia, sua importância para o clima brasileiro e mundial, e agora que a terra está grilada, invadida e sitiada por bandidos não sabem o que fazer com o tesouro que herdaram. Mais um capítulo da tragédia da incompetência brasileira.

PERGUNTINHAS

A precitipação é um dos maiores pecados na análise de qualquer tema, principalmente o futebol. E olha que tem precipitado à beça. Mas algumas perguntas ficam no ar após quatro ou cinco rodadas de torneios estaduais pelo Brasil. Permito-me deixar aqui algumas delas para apreciação dos amigos, com algumas pitadas de precipitada ironia.

1 - Não era impossível para o Fluminense jogar com Dodô, Leandro e Washington?
2 - Já não se via o dedo de Wanderley Luxemburgo mudando o Palmeiras?
3 - Muricy diz que os árbitros estão com medo. Seria das suas reclamações?
4 - Por que sempre alguém tem problema com Leão?
5 - Por que sempre o Fábio Costa tem problema com alguém?
6 - Nao fazem muito barulho pelo tal do Alemão do Santos?
7 - A direção atual do Corinthians tem medo da torcida ou imigrou da torcida?
8 - O Nilmar voltará a jogar pelos menos uns 6 meses sem contusão?
9 - Quem libera os estádios no Campeonato Paulista? Estádios?
10-Sumiram as piadinhas com a prancheta do Joel Santana?

8 comentários:

Joao Luis disse...

Fala, Nori!

Vou abusar e adicionar mais questões à lista:

1. O Roger será ídolo no Grêmio?
2. O Rubinho ganhará o campeonato de F1? Ou pelo menos 1 corrida? Uminha só...
3. Ricardinho volta ou não volta para a Seleção de Volei?
4. Federer perderá mais de 3 partidas nesse ano?
5. Não fazem muito barulho também pelo Lulinha?
6. Felipe será novamente o melhor jogador do Corinthians? (pelo jogo de ontem...... sim!)
7. Quantos times diferentes tentarão (supostamente) contratar o Ronaldinho Gaúcho?

Grande abraço,
Joao Luis Amaral

gustavo disse...

nori,

quem seriam esses paladinos? muitos acusam o juca nesse sentido mas vc tem ele inclusive na sua lista de blogs ao lado e ele sempre fala bem de vc..

do que se trata nori?

Anônimo disse...

Nori,o meu São Paulo e o Inter sao os melhores elencos do país hoje?

Me parece isso pelo menos.Depois vem a dupla Fa Flu!e voce?

Alberto-albertolakatos@gmail.com disse...

Olá Nori, aqui estou eu de volta.
parabéns pelos seus comentários na partida Santos x Barueri. Como torcedor do Santos - espero que meu fanatismo não venha a causar a cegueira e a perda do bom senso. Muitos gostam de exercer o seu lado de mágico, prevendo o futuro. Para alguns, dá a sensação de um poder sobre os outros, que passam a serem considerados simples mortais. Nesse momento que escrevo, pesam sobre mim os 90 minutos de desespero que passei hoje. Confesso a você que exerci esse meu lado de "ler o futuro", ao dizer que com que eu vi hoje, o Santos lutará nesse ano de 2008 para não cair. Busco os culpados: treinador, diretoria? treinador não. Chegou agora. Culpo sim a diretoria. Um time não pode ficar refem de políticas desenvolvidas por treinadores (vou chamar de política de governo). Um clube deve ter uma linha na qual que entra sabe que deve dar continuidade ou apenas uma leve correção (chamo de política de Estado). Vejo o São Paulo que possui uma política de Estado. Se Muricy sair e entrar um outro, creio que não haverá grandes traumas. Uma pergunta Nori: por que o São Paulo até agora não contratou Wanderley Luxemburgo como treinador?
abraços

mauricioduailibi disse...

CARO NORIEGA ,

SEUS COMENTARIOS SERENOS E COM SENSATEZ AQUI E NO SPORT TV SEMPRE CHAMARAM ME A ATENÇÃO E CONCORDO E MUITO COM VOCÊ A RESPEITO DOS PALADINOS DESTE PAIS ASSIM COMO SOBRE OS POLITICOS ( POR SINAL EU SOU MAIS RADICAL , EU NÃO ACHO QUE SEJAM EU JÁ TENHO CERTEZA )

ABRAÇOS

MAURICIO

Nori disse...

Gustavo, um bom exemplo de Paladino é alguém que não é o Juca, não tem o talento e o currículo do Juca, e faz coisas que o Juca jamais faria.
Abs

Anônimo disse...

O SPFC está mal, em terceiro lugar.
Ganhou do primeiro colocado e empatou com o segundo, sendo que os dois jogos foram nas casas dos adversários.
Imaginem quando o SPFC estiver bem.

Marcus disse...

Fala Nori.

Aqui é o Lellis, vulgo Tom Zé (rs).

Só para dizer que concordo com tudo o que você disse. Aliás, imagino de quem você está falando, mas não quero ser leviano.

Se for a mesma pessoa, ela também me irrita muito.

E vc está certo, tem muita gente por aí praticando o pseudo-jornalismo.

Abs,
Marcus Lellis