domingo, setembro 16, 2007

DEIXEM O RICHARLYSON EM PAZ


Não tem nada mais chato no mundo do que fanático. Daqueles xiitas mesmo, que acham que você está sempre contra o time dele, procuram movimentos conspiratórios em cada palavra, enfim, gente que não gosta de esporte, que não pode conviver em sociedade. Aliás, tem algo mais chato no mundo, a perseguição gratuita e a intolerância.
O que estão fazendo com o Richarlyson do São Paulo é de uma estupidez sem tamanho. O rapaz é jogador de futebol (e bom), portanto, analisem o que ele faz apenas como jogador de futebol. Do campo pra fora, a vida é só dele, faz o que quiser. As acusações feitas por ele ontem, após o jogo, são graves, sérias. Deve haver investigação e punição pesada. O que interessa numa pessoa é saber se ela é séria, correta e profissional no que faz e se tem bons valores como ser humano. Fora isso, suas preferências em qualquer aspecto são assunto pessoal, íntimo e privado.
Pena que o futebol ainda viva no tempo das cavernas. Principalmente quando é frequentado por xiitas, como alguns que vez ou outra passam por esse espaço com sua estupidez e intolerância.

7 comentários:

Anônimo disse...

Nori, concordo com você....Porém acho que o futebol está começando a ficar chato...Poxa vida, provocações acontencem durante uma partida mesmo não sendo corretas creio que no passado isto era muito corriqueiro....Acredito que Pele, Maradona, Garrincha todos eles devem ter ouvido um monte...Acho que o ideal seria que o que acontece no campo fica no campo, o juíz deve tomar as decisões e se acontecer um erro grotesco, escandaloso aí sim, julgamento e etc,..Acho que todos estão ficando muito rigorosos...
Abraços!!
Leonardo

Renato disse...

Olá Noriega e Leonardo.
Gostaria de discordar de vc Leonardo, pois pelo que foi noticiado hj, as ofensas foram quando o Richarlyson estava saindo na maca para ser substituído... ou seja, não se trata de provocação no calor do jogo. Além disso, por uma colocação lamentável de um dirigente do Palmeiras, o coitado já está sendo perseguido pelas torcidas adversárias de todo o Brasil, além de uma uniformizada do próprio time. Pelo menos essa é a minha opinião, e acho que seria mesmo se eu fosse santista (hehehe)

Anônimo disse...

Renato sou são paulino e se as ofensas foi feita depois do jogo, então de fato o Domingos errou, o caso do dirigente do Palmeiras foi bem diferente, ele falou para todo o Brasil, algo que não tinha certeza e que de fato só interessa a pessoa do Richarlyson...Claro que o ideal é que não aconteça provocações durante os jogos mas as vezes é uma forma de pressão psicológica e que os atletas devem estar preparados para superá-las(vide caso Zidane)...

Saudações tricolores!
Leonardo!!

carlos pizzatto disse...

É bola de neve. Quanto mais se falar no assunto, mais este vai aumentar.

O remédio é ignorar o tema, seja o jogador, o torcedor ou a imprensa. De vez por todas.

Daiana Vasconcellos disse...

É lamentável esse caso do Richarlyson,espero que ao contrário do que deixou a entender,que não tinha nada com isso,o árbitro tenha relatado na súmula.Não se pode tolerar ofenças,agressões,preconceito,enganar o juiz,gol de mão,mandar bater...O futebol não é algo separado da vida.
Pior é ouvir alguns dizerem que isso que é a graça do futebol.
Abs,Nori.

PS:Adorei que você está indo bastante ao Arena,só não tenho gostado do Milton Leite ir pouco. Os comentários dele são muito bons,e gosto de como ele defende seu ponto de vista.Espero que vá com mais freqüência.

Anônimo disse...

Nori, gostaria de saber a sua opinião a respeito da invasão de campo que aconteceu no jogo Flamengo x Goias no Maracana(parece que o nome do torcedor é Bejoqueiro)....O STJD absolveu o time carioca e depois não querem ser taxados de tomarem decisões pró Rio nas chamadas cariocadas...Parece brincadeira o São Paulo foi punido pelo tal STJD por uma invasão de um torcedor no jogo contra o Paraná, na Vila Capanema, por este ter ido comemorar o título e jogou com os portões fechados na estréia do Brasileirão...Qual foi o critério deste STJD???É difícil acreditar num tribunal deste....Gostaria que você falasse a respeito disso nos programas que participar, quem sabe não ajuda a melhorar as decisões deste tribunal??!!!
Abraços!!
Leonardo!!

Nori disse...

Leonardo, se o mandante era o Flamengo e houve uma invasão de campo, acho que a responsabilidade deve ser do mandante. Já houve casos em que clubes foram punidos por invasões de torcedores mesmo quando jogavam fora de casa. E, além disso, pouca coisa é mais ridícula do que esse tal de Beijoqueiro.
Abs