sábado, fevereiro 12, 2011


O (estranho) discurso

de Roberto Carlos

Antes de mais nada, sigo acreditando que Roberto Carlos foi, sim, ameaçado por alguns vândalos que se dizem torcedores. Ele e outros jogadores do Corinthians. Só isso já bastaria para que ele tivesse um grande motivo para pedir a conta.

Mas o discurso vago do jogador, a variação de sua postura em poucas horas, as declarações com pesos diferentes para determinados interlocutores levam a crer que, em vez de ser a gota d´água, acabou sendo uma mão na roda para ele.

Jogar na conta do treinador agora, duas semanas após a eliminação na Libertadores? Porque não falou no dia seguinte?

Sigo pensando, também, que Roberto Carlos não é jogador para atuar e levar nota 6, ser apenas regular. Quem custa o que ele custa e tem a fama que ele tem, é contratado para ganhar jogos, para decidir.

Isso ele não fez no Corinthians.

Violência? Sou e serei sempre contra.

Mas também sou e serie sempre contra a incoerência.

5 comentários:

Ândi disse...

As ameaças que ele sofreu, Nori, foram as que todos viram. Aquelas genéricas, e não tão direcionadas assim postas no "protesto" do CT. Agora, esse lance de perseguição no trânsito, ameaças mais pesadas, violência, nada...

Tecnicamente, fará falta ao Corinthians, pois os reservas são de baixa (Marcelo Oliveira) ou baixíssima (Fabio Santos) qualidade.

Mas se eu pedia, há uma semana, mais brio, menos medalhão e mais entrega, não posso reclamar da saída do Roberto Carlos. No máximo posso dizer que o Tite teria que sair antes dele.

Abraço!

Ana Paula Araujo disse...

Noriega,
tal qual vc acredito sim que ele tenha sido ameaçado... então se está tão decepcionado com tudo pq não para de jogar e vai viver de rendas, q sem dúvida ele tem muitas ... agora td esse discurso e ir jogar na Rússia por essa " merreca " ahhh até eu que não sei jogar bola ia....

Wagner disse...

Podemos contar nos dedos qtos boleiros são coerente....Aliás, em qualquer setor da sociedade.

Rodrigo Menegueti Yamanaka disse...

É isso aí, Nori!

Ter um jogador como ele no time é importante sabe pra qual tipo de jogo? Um jogo eliminatório de Libertadores! E onde ele estava qndo precisou?

Vai com Deus...

Miro disse...

Olá Noriega, eu gosto de futebol. Mas sou cético em relação a esses novos ou não tão novos astros do futebol. Não espere coerência de uma pessoa como o Roberto Carlos, a coisa que ele mas faz é dar desculpa. Como explicar aquela bicicleta na copa de 98, para tirar uma bola da defesa e ainda furou. Acho que ele é o melhor jogador da posição ou já foi, mas penso que numa decisão, que é o ápice de uma carreira profissional, um jogador (profissional) ser displicente mostra bem o seu caracter como pessoa.
Sds.
Claudiomir C. Ramos.