quarta-feira, dezembro 16, 2009

Pegaram o Coxa para

servir como exemplo?


Duvido que exista um torcedor do Coritiba, por mais fanático que seja, que discorde da opinão geral de que o clube precisa ser duramente punido pelos graves incidentes ocorridos em 6 de dezembro, no jogo do Coxa com o Fluminense.

Agora, tenho o dever de me perguntar se não estão usando o clube como exemplo e se isso é correto? Que a punição precisa ser pesada, isso é fato. Também é fato que fica mais fácil punir pesadamente o Coritiba do que um grande time do Rio ou de São Paulo. Não estou diminuindo a grandeza do Coritiba, apenas fazendo uma constatação sobre o âmbito político do fato. Não deveria ser assim, mas no Brasil é.

Basta lembrar de outra barbárie, aquela da torcida do Fluminense contra o goleiro do Atlético Paranaense Ricardo Pinto, em 1996, nas Laranjeiras. A punição não se compara à do Coritiba. Temos ainda os casos do jogo da Supercopa de Juniores entre São Paulo e Palmeiras, em 1995, e da Libertadores da América entre Corinthians e River Plate, em 2006 (aí a punição caberia à Conmebol, diga-se). As punições não foram tão pesadas.

REPITO: o Coritiba merece ser punido duramente e até as almas de seus fundadores sabem disso. O erro não está na punição de agora, mas na ausência ou na brandura das punições anteriores. Por isso acho que o Coxa está servindo de exemplo agora com esses 30 jogos. Será que a pena seria a mesma se fosse um Corinthians, um Flamengo, um Grêmio? Claro que isso é elocubração, mas tenho o direito de elocubrar.

E a torcida do Coritiba tem uma sagrada missão agora, a de carregar seu time, pegá-lo no colo e resgatar a instituição, manchada injustamente por um bando de covardes e marginais. A ruptura com a torcida dita organizada por parte da direção do clube já é um primeiro passo. Os torcedores de bem - a imensa maioria - precisam saber que agora o clube será visado e não poderá falhar em nada.

Mas a torcida coxa branca e todos nós que zelamos pela paz nos estádios precisamos estar atentos agora. Odeio essa expressão mas vou usá-la: a situação é um divisor de águas. Se acontecerem outras barbaridades, a punição precisará ser igual ou superior à do Coritiba. É preciso fiscalizar isso, independente de Estado, de influência política e de tamanho de torcida. Eu estarei atento para cobrar.

11 comentários:

XeFe disse...

Perfeito, Nori.
Eu, como coxa-branca, tenho exatamente a mesma visão dos fatos que você apresentou aqui.
Parabéns!

Prof.Carlo disse...

Ola Noriega..preciso desabafar...
Acabo de acessar a internet e descubro o resultado do julgamento do Coritiba.
O clube foi punido com a perda de 30 mandos de jogos em torneios organizados pela CBF. Uma punição sem precedentes da história do futebol brasileiro e não duvido que seja do futebol mundial. Minha indignação, também é sem precedente. Uma decisão hipócrita e demagogica contra toda desportividade. Tenta direcionar o centenário clube paranaense rumo a falência.
Mas é mais uma tentativa...apenas isto.
O Coritiba, entra em campo nos próximos campeonatos, para enfrentar a nata do futebol brasileiro sem seu 12 º jogador. Entra nas próximas competições sem a força de sua torcida e sem o apoio financeiro do sócio torcedor. Como se não bastasse a desigual distribuição de renda do montante recebido da televisão que possui os direitos de transmissão dos campeonatos, ainda o STJD nos tira o direito de negociar o conforto ao seu torcedor de assitir aos jogos no estádio.
A mídia paranaense divulgou nos últimos dias as ações da policia do nosso estado agindo com eficiência para punir os culpados pelo espetáculo lamentável do dia 06 dezembro.Os verdadeiros réus nesta história. O estado do Paraná da uma lição de cidadania e responsabilidade ao resto do pais, identificando e prendendo alguns dos mentores intelectuais do acontecido. Um exemplo ao país da impunidade. E na contramão das ações de" justiça" , o STJD puni com toda sua tirania o Coritiba, numa tentativa hipócrita de convencer a opinião publica de sua preocupação com o torcedor. O Coritiba, esta mais uma vez sendo usado com bode expiatório, na ilusão de convencer o mundo que o pais tem condição de sediar a copa. Como se esta decisão fosse transformar o Brasil em um nação segura e justa. Mas todos nos sabemos: o Brasil não esta mais seguro! Os estádios não estão mais confortáveis! E o torcedor não esta protegido! A desigual destribuição de renda aumenta a revolta dos desafortunados! Nos não temos condições de mandar uma Copa do Mundo e muito menos uma Olimpíada.
Se o intuito é fazer valer o estatuto do torcedor, pensemos nas pessoas de bem que torcem para o Coritiba. Quem vai se preocupar com os direitos da nação coxabranca que foi, neste episódio a única punida. Quem vai se preocupar com a vitima, com a injustiçada torcida do CORITIBA.
Pergunto: o Fluminense teve um apuniçaõ exemplar no atrazo no mesmo jogo?
O Santos e o Cruzeiro tiveram uma punião exemplar por causa da briga no mesmo dia?
A torcida do Fluminense qeu tbem invadiu o gramado, teve um apunição exemplar?
O jogador do Botafogo, pego no antidoping, terá uma puniça~exemplar?

Lucas disse...

Se acontecerem outras barbaridades, a punição precisará ser igual ou superior à do Coritiba.(2)
Duvido muito que isso aconteça, apesar de tudo.
Que os cariocas façam times decentes para 2010, pois se um deles cair... Eles conseguem brigar até em festa de título brasileiro...

Gilson Gustavo disse...

Não tenho idéia do que passa na cabeça do pessoal do STJD, mas estava claro desde o início que o ocorrido em Curitiba seria punido para servir de exemplo e que a punição seria dura.

Usar exemplos anteriores não creio que sejam válidos para o atual caso. Um era alçada da Conmebol, como você disse. O outro era na época das viradas de mesa e outras bagunças comuns em nosso futebol.


Muitas vezes parece que o país não passa por mudanças benéficas, mas elas aconteceram no país desde a década de 90 e por isso, o que antes passava batido, agora é punido com rigor.

Também não vejo sentido em perguntar se fosse um clube de maior peso, se a punição ocorreria dessa forma. Poderia ser que não, como sugere o senso comum, mas se fosse punido igualmente seria um bom sinal não é mesmo?

O melhor é que não tenhamos mais casos como esse para saber se essa dúvida faz sentido ou não. Não é mesmo?

Não há injustiça em minha opinião. Pode ser excesso de rigor, injustiça, não.

Antonio C. disse...

Esse STJD merece o mesmo crédito que os... bem nem sei a quem comparar esse bando de larapios disfarçados de homens de bem...
Eles usam pesos diferentes.
Depende do clube. Se o clube fica ali pelos lados do litoral fluminense e tem camisa rubro negra... ou com uma cruz no peito.
Eu sinceramente não dou um centavo de crédito a esses ilustres.
O Coritiba pagou o pato... merece... sem duvidas merece, mas com esse ato livrou a cara desses senhores que pisaram na bola o tempo todo e agora bem no finalzinho eles fazem isso para mostrar que são machos...
Bem... aproveito para lhe desejar um bom ano e um bom natal.
Que o bom Deus esteja presente em sua vida e lhe dê serenidade em tudo... ao lado de sua família.
Paz e bem
Antonio C

Anônimo disse...

Caro Nori,

A punição foi forte, mas mais forte ainda foram as imagens que assistimos na última rodada. Como você bem disse, essa punição é um divisor de águas, que deverá ser seguida (esperamos que não aconteça nunca mais) para casos semelhantes. Impossível afimar se essa punição seria a mesma para clubes de maior expressão, e sinceramente não acho que seja caso para comparação.
Abraço

André Antunes

Dexter Morgan disse...

Punição branda, na minha opinião.

Para mim, o clube deveria ter sido rebaixado para a 4a. divisão do campeonato brasileiro.

E cá entre nós, não passa de um clube pequeno, sem tradição nacional alguma e ainda por cima faz passarmos essa vergonha mundial com a pancadaria que houve por lá.

António Pista disse...

Newsletter Semanal #2 - Brasil

Blog Águia de Ouro

O Benfica manteve-se na liderança após o empate em Olhão!
Nesta semana no Águia de Ouro, todos os dias será feito um post de antecipação ao clássico, analisando os jogadores de ambas as equipas por posição. Também o Mundial da África do Sul estará em destaque com a conclusão da análise do grupo de Portugal.

Posts Anteriores:

- A antevisão do derby: análise do Meio-Campo...
- Deitando um olhar pla Costa do Marfim
- A antevisão do derby: análise da Defesa...
- A antevisão do derby: análise dos GR
- Agridoce
- Enorme e Especial!
- Desmistificando a Selecção da Coreia do Norte
- Esboçando um olhar pelo Mundial 2010
- Novamente Líder!

http://aguia-de-ouro.blogspot.com

Vinícius Teixeira disse...

Nori,

É subjetivo julgar se a pena foi branda ou forte, mas aqueles que fizeram as regras, as leis, já tiveram o trabalho de definir as subjetivas punições cabíveis.

A pena máxima para invasões de campo é de 10 jogos. O Coritiba foi denunciado por infringir um artigo com pena máxima de 10 jogos, pouco ou muito, é a regra.

Mas aí resolvem criativamente deturpar a regra e acusar 3 vezes o Coritiba pelo mesmo artigo, alegando 3 tipos de infração ao artigo. Isso é abusivo. Foge à regra. Um jogador não pode ser expulso por 2 jogos porque deu carrinho com as 2 pernas. É discutível, mas não está na regra.

Se acreditam que o que aconteceu em Curitiba merece pena maior, que a CBF se pronuncie e defina uma pena administrativa. Preferencialmente, registrem nas regras esse "novo" tipo de infração e registre-se a punição cabível.

Não cabe ao STJD inventar regras que não estão no fundo da caixa.

Abraços,

Vinícius

NM disse...

Caro Noriega,

Entendo o ponto que vc colocou e as opiniões do pessoal aqui. Acho que de tudo houve um pouco,

Porém:

1) O tumulto foi barra pesada. Foram 22 pessoas feridas, inclusive aquela enfermeira que perdeu três dedos e o policial que levou uma bala na cabeça, o segurança do fluminense que apanhou e quebrou o braço. Embora possamos lembrar casos parecidos, igual a esse não acontece a muito tempo. Poderia ter sido muito pior inclusive.

2) O Brasil recebe uma Copa em 2014 e uma Olimpíada em 2016. A repercussão na imprensa internacional foi razoavel, como vc pode ver aqui
http://www.espbr.com/noticias/veja-repercussao-internacional-batalha-no-jogo-coritiba
Nessa hora, vc tem que jogar para torcida, ou vc pune exemplarmente ou vc passa pro mundo inteiro a imagem que estádio brasileiro não é seguro, e que vc pode ser vândalo impunemente, ou que vir assistir um jogo no Brasil é arriscado.

3) Após a tragédia de Heysel, Bélgica, na final da Liga dos Campeões entre Liverpool e Juventus, provocada pelos Hooligans, em 1985, os times ingleses, TODOS ELES (que também nada tinha a ver com a história), foram banidos das competições da UEFA por cinco anos.

4) Parece que a ação dos vandâlos foi premeditada, em pelo menos 10 dias. Que um deles era vice-presidente da torcida organizada, que entre os baderneiros havia o diretor de marketing do Coritiba, tbém ligado a tal torcida organizada. Que diante do risco evidente que a partida representava não foram tomadas providências adicionais para garantir a segurança do estadio e dos dezenas de milhares de verdadeiros torcedores, a esmagadora maioria do próprio Coritiba, que tiveram sua integridade física posta em risco.

5) O São Paulo perdeu o mando de campo por causa de um torcedor que invadiu o gramado do Morumbi (e não era para bater). O Flamengo perdeu o mando de um jogo do Brasil por causa do arremesso de uma lata de cerveja em um auxiliar. Se vc perde um jogo por causa de uma lata de cerveja, e pela invasão de um torcedor, quanto vc deve perder pelo arremesso de cadeira, barra de ferro, briga campal? Quantas pessoas teriam que morrer para aí dizermos que a suspensão de 30 jogos é justa? Então vc tá certo, não foi a punição para o Coritiba que foi dura demais, as outras é que foram brandas.

6) Obviamente, essa punição foi para os ingleses verem. No início do ano, conheceremos a punição real, que se passar de 10 jogos vai ser muito.

Jesus The Lord disse...

Oi meu amigo

Fala do Cruzeiro pelo amor de Dios!!

Sempre vejo você falar vários assuntos bacanas sobre vários times, mas raramente algo do Cruzeiro é falado.

Só qdo o Cruzeiro chega numa final que é lembrado, sério mesmo.. essa é a impressão que passa.

Olha ai no seu blog a última vez que você falou sobre a raposa.

Te peço isso porque gosto muito de seus comentários, sinto firmeza nos argumentos ditos por vc...

Então se não for muito incômodo, gostaria de ler algo vindo de você, o time que foi em 2009, e sobre o Cruzeiro de 2010. O time mais preparado entre todos para ser campeão.

Abraços!