quinta-feira, abril 10, 2008

CEM VEZES TIMBU!!!!!


Registrei aqui o centenário do Atlético Mineiro e repito agora a homenagem, com uns dias de atraso (espero que me perdoem) a outra glória do esporte nacional, o Clube Náutico Capibaribe. Meu pai viveu em Recife, trabalhou na Rádio Tamandaré, nos anos 50, e sempre me contou lindas histórias dos gigantes do futebol pernambucano.
Já tive o prazer de comentar jogos dos três grandes do Recife, nos três estádios, e pude constatar a paixão do povo pernambucano pelo futebol. Da infância lembro de dois grandes craques que passaram pelo Náutico, Vasconcellos e Jorge Mendonça. Também me lembro, mais recentemente, da dupla Kuki e Jorge Henrique, e trabalhei na histórica vitória sobre o Corinthians, no Pacaembu, pela Copa do Brasil. Com todo o respeito aos demais clubes, a camisa toda vermelha do Náutico é uma das mais bonitas do futebol mundial.
Parabéns, Timbu!!! E mais séculos e séculos de glória.
E para quem não sabe, o Timbu, mascote do Náutico, é um marsupial (parente do canguru) encontrado na Zona da Mata pernambucana. O apelido foi incorporado em virtude de um jogo contra o América, na década de 30 do século passado. Os jogadores do Náutico ficaram em campo no intervalo do jogo, que estava 1 a 1, e para espantar o frio provocado pela chuva, o técnico do time deu algumas doses de conhaque. A torcida do América passou a gritar Timbu, numa referência ao fato de o bichinho gostar de uma cachaça quando oferecida a ele. O Náutico venceu o jogo por 3 a 1, e daí o apelido pegou.

Um comentário:

renato disse...

Olá Nori...Espero não dar um fora, mais creio que vc deve ser filho do jornalista Luis Noriega, à quem aprendi a admirar assistindo a um programa diário na Tv Cultura na década de 80, que passava diariamente ao meio-dia...Se ele lhe contou grandes histórias deste clube e se Jorge Mendonça (que hoje seria um grande craque)iniciou por lá, realmente a homenagem é merecida...

Abraço,
Renato Molitsas