quinta-feira, setembro 08, 2011



Encontros e despedidas
















Hoje pego carona nessa linda canção do mestre Milton Nascimento, interpretada por tanta gente boa como Simone, a gente finíssima Maria Rita e tantos outros, para falar do Brasileirão e um tantinho do basquete masculino do Brasil.

Mande notícias do mundo de lá
Diz quem fica


Cada vez mais parece que São Paulo, Botafogo, Vasco e Corinthians mostram mais capacidade e disposição de brigar pelo título brasileiro, deixando quase todo o restante da turma a ver navios.

 Me dê um abraço
Venha me apertar
Tô chegando


Olho em Fluminense, Inter e, mais atrás, em Grêmio e Santos. Flu e Inter têm times para entrar no bolo e disputar a taça, o Grêmio ensaia uma bela recuperação e mira a Libertadores. O Santos, bem, o Santos, é o time do Neymar, do Ganso, do Borges e do Muricy. E tem dois jogos a menos. Portanto...

Coisa que gosto é poder partir
Sem ter planos


Parece ser o caso dos Palestras,  Palmeiras e Cruzeiro. Verdão cada vez menos inspirado, se perdendo em meio a dirigentes despreparados, time limitado e um treinador que parece não saber o que fazer. O Cruzeiro transformado em entreposto comercial pelo seu presidente, que vende muitos jogadores e desmonta times com uma rapidez impressionante.

Melhor ainda é poder voltar
Quando quero


Faço um momento Série B agora, pra reverenciar Portugesa, Ponte Preta e Náutico, firmes e fortes na onda rumo à Série A de 2012. E, como não registrar, do Botafogo na Série A, trabalhando sério e firme para voltar a ser o gigante que sempre foi.

Todos os dias é um vai-e-vem
A vida se repete na estação
Tem gente que chega pra ficar

Tem gente que vai pra nunca mais
Tem gente que vem e quer voltar
Tem gente que vai e quer ficar


É a dura rotina de Avaí, Atlético Paranense, Atlético Mineiro e Bahia. Sobe, desce, cria esperança, a afasta. Será assim até o final?

Tem gente que veio só olhar
Parece ser o caso do simpátissísimo Coelho mineiro na Série A.

Tem gente a sorrir e a chorar
E assim, chegar e partir
São só dois lados
Da mesma viagem
O trem que chega
É o mesmo trem da partida
A hora do encontro
É também despedida
A plataforma dessa estação
É a vida desse meu lugar
É a vida desse meu lugar
É a vida


Esse é o futebol brasileiro atual, cheio de sobe-desce, de vai-e-vem, de times mais esforçados que qualquer coisa, mas capaz de produzir belas festas como a dos são-paulinos para Rogério Ceni, levar milhares de pessoas ao estádio como fizeram os botafoguenses. 

6 comentários:

Igor sausmikat disse...

Texto sensacional!Sensacional Noriega!
Abraço
Igor
meu blog de esportes: http://igoresportes.blogspot.com/ e no twitter o blog pra quem quiser seguir é @blogdoigor05

Anísio FC disse...

- O Cruzeiro tem o Montillo que pode desequilibrar.
- O time do SPFC é muito fraco e embora Lucas seja um diferencial, ele ainda não tem cacife pra decidir com mais frequêcia e a irregularidade do SPFC é a cara disso.
- O Botafogo é o time que melhor joga no momento, esperemos quando chegar aos jogos mais espinhosos, parece ter estofo, mas...
- Corinthians e Flamengo ainda são dos grandes favoritos, a atual instabilidade dos dois é absolutamente normal, acho que o Fla, por seus craques, tem um pouco de vantagem.
- Se o Santos acertar o pé de vez, obviamente vai dar muito trampo.
- Sobre o Palmeiras, na ótica chorosa de torcedor, só posso dizer que basta acertar uma ou duas partidas, demos o azar de pegar o ótimo Bota logo depois do jogo contra o Corinthians... Nas concordo com a impressão de que Felipão parece perdido, não dá pra entender a razão de trocar o Fernandão duas vezes seguidas quando o cara estava o melhor do ataque e outras coisas, mas não dá pra culpar o Felipão pelas falhas ridículas, como as de Assunção e Marcos que vêm nos prejudicando os resultados...
Ah! E continuo achando que os comentaristas sempre são muito imediatistas, mesmo os ótimos, como no caso do Noriega!

Futebologia Brasil disse...

Muitíssimo interessante esse texto, Nori! Criativa e descontraída a forma de analisar a tabela e esse perde-ganha, céu-inferno que é cada rodada do nosso Brasileirão. Parabéns!

Abraços,
Beto Passeri.

Sandra disse...

Menino, aadooreeeeei!!!! Música linda, que parece ter sido feita, sob medida, para o momento que vive nosso futebol. A parte do meu verdão então, bateu direitinho. E, qto ao nosso basquete, Noriega, voltei a me apaixonar pela Seleção. Fibra, raça,garra, vitória, mesmo com a torcida argentina boba contra. Parabens!!!!! Eu sempre achei que vc era O CARA, agora, tenho certeza. Bjs.

Sandra disse...

Aaaaadorei!!!! Música linda, que parece ter sido feita sob medida, para o momento que vive nosso futebol. A parte do meu verdão, então, bateu direitnho. Ô time ruim, credo!
Qto ao nosso basquete, voltei a me apaixonar.Garra, raça, fibra e principalmente a vitória, mesmo com a torcida argentina, boba é claro, contra. Parabens!!!!Sempre achei que vc era O CARA, agora, tenho certeza. Bjs.

Miguel disse...

Belíssimo texto.Um dos maiores prazeres que existem é poder acompanhar o seu blog e sua coluna toda terça-feira no Diário de São Paulo.Meus abraços.