segunda-feira, junho 17, 2013

A arte de Pirlo, e a magia hipnótica de Iniesta

A Copa das Confederações começou em alto estilo, com exibições de gala de dois dos maiores craques da atualidade. Andrea Pirlo desfilou sua arte pelo remodelado Maracanã, e Andrés Iniesta hipnotizou uruguaios e a torcida em Recife com seu futebol de dribles e passes perfeitos.
Ver Pirlo jogando futebol é como assistir a um filme clássico do cinema italiano. Ele dialoga coma bola de maneira íntima, e seus movimentos lembram ângulos revolucionários de um Fellini. 
Lembro de um tempo em que praticamente todos os grandes times brasileiros tinham um jogador como Pirlo. Gente da estirpe de um Ademir da Guia, de um Dicá, um Gérson, algo assim. Jogadores capazes de controlar um jogo, de pensar e executar jogadas que parecem simples, mas são intricadas.
Que dizer da Espanha de Iniesta, mas também de Xavi, de Fábregas.
Gosto não se discute, mas soa hilário que se proponha uma mudança de ritmo, de intensidade da Espanha, com o argumento de que é um estilo, digamos, enfadonho. 
Ora, na história da humanidade civilizações se impuseram e implantaram suas culturas. A Espanha fez isso com o futebol a partir de 2008. Ela joga como quer onde quer que esteja. Quem quiser brincar, que tente entrar no jogo. Mas quase sempre acaba entrando é na roda.
Ilude-se quem não consegue ver intensidade no futebol da seleção espanhola. Um time que troca 300 passes em meia hora e erra pouquíssimos, não é intenso? Uma equipe que joga com sete, oito jogadores no campo do adversário não é intensa?
Que dizer de Iniesta? Técnica e habilidade de craque de futsal com visão periférica de jogador de campo. Não deve ser tarefa fácil ouvir de um treinador que seu trabalho é tirar a bola de Iniesta. Que para mim é mais jogador que Cristiano Ronaldo. Melhor tecnicamente, melhor taticamente e mais decisivo.
E Pirlo? Aos 34 anos ele faz o que eu e milhões de brasileiros sonhamos que o Ganso consiga fazer um dia. Porque se Ganso viu o Pirlo jogar ontem, deveria pensar seriamente e se perguntar por que ele, com dez, doze anos menos, não consegue? Mesmo tendo nascido com o talento para isso.
Pirlo tem uma relação íntima com a bola, com o passe, com o toque.
Vida longa a Pirlo e ao estilo espanhol da Fúria e de Iniesta!

6 comentários:

Gabriel Santana disse...

Caro Nori, vale ressaltar ainda que o técnico espanhol Vicente Del Bosque se da ao luxo de contar no banco de suplentes com jogadores como David Villa, Jesus Navas, Fernando Torres, David Silva e Cazorla. Destes, com exceção de Villa e Torres, que não vivem grande fase, todos os outros poderiam ser titulares fáceis da Fúria.
Uma coisa também que me parece evidente é que apesar de o time base da Espanha ser o Barcelona, com 7 titulares, contra 3 do Real Madrid e um só do valência, que é o atacante soldado, a Espanha joga um futebol muito diferente do Barcelona.Mais muito diferente mesmo.Diferente que eu digo é muito melhor. Claro que o técnico da seleção espanhola, Vicente Del Bosque, é muito melhor que o técnico do Barça Tito Vilanova, mas eu estou querendo dizer é que o Barcelona(nesta temporada), não teve Xavi, Iniesta, Busquets, Alba, Fábregas, Pique e Pedro jogando o seu melhor futebol.O que eu vi no jogo contra o Uruguai foi algo mágico, o Iniesta foi fantástico.
Gostaria de sua análiise.

Gabriel Santana disse...

Caro Nori, sou seu fã e admiro muito seus comentários principalmente sobre a parte tática dos times, que eu tanto aprecio. Logicamente todo grande time tem um grande técnico, exemplo claro disso é a Espanha dirigida por Vicente del Bosque. A Espanha se da ao luxo de ter no banco de suplentes David Villa, Fernando Torres, David Silva, Cazorla, Javi Martínez e Jesus Navas. Com exceção de Villa e Torres que não passam por um bom momento, todos os outros atletas poderiam ser titulares fáceis da Fúria. Qualquer mudança não alteraria o estilo de jogo da Espanha. Alguns dirão que com o elenco que a Espanha tem qualquer treinador se daria bem. Não é verdade. Basta tomar por base o Barcelona. Com 7 titulares no time titular da seleção(Pique, Alba, Xavi, Iniesta, Fàbregas, Busquets e Pedro) eu gostaria de saber a sua opinião sobre o porque destes jogadores não apresentarem o mesmo futebol no Barcelona. O Barcelona desde a metade de 2012 já não é mais o mesmo, desde a saída de Pep Guardiola do comando do time da Catalunha, o Barcelona não foi o mesmo. Tito Vilanova nessa ultima temporada que passou não pode ser culpado pelo desempenho do time, afinal ele lutou durante toda a temporada (e ainda luta) contra um câncer na garganta.
Enfim gostaria de saber sua opinião quanto ao Barcelona e do porque destes mesmos jogadores que jogaram um futebol mágico no domingo contra o Uruguai, não estarem conseguindo repetir o mesmo futebol no clube. Na minha opinião pelo menos momentaneamente o Barça já perdeu o posto de melhor time do mundo para o Bayern de Munique.
Me desculpe pelo comentário extenso e um obrigado desde já. Abraços

Daniel de Paula Mendes de Oliveira Dandan disse...

Que dizer de Iniesta? Técnica e habilidade de craque de futsal com visão periférica de jogador de campo. Não deve ser tarefa fácil ouvir de um treinador que seu trabalho é tirar a bola de Iniesta. Que para mim é mais jogador que Cristiano Ronaldo. Melhor tecnicamente, melhor taticamente e mais decisivo. MEEEU DEEUS, cara vc tem algum problema pessoal com o Cristiano Ronaldo? só pode! Vou te falar pq o Iniesta é melhor que o "engandador" Cristiano (aliás como vc quer ser levado a sério tendo quebrado a cara com Kaka, Pato e Diego, Ganso e Robson Arantes do Nascimento?). Ele joga com Xavi Fabregas e Messi, agora Neymar. Tudo que o Cristiano Ronaldo ganha é com um EU preso as costas, pq Oezil nunca decidiu porcaria nenhuma, e os outros jogadores são supervalorizados. Mas tu pensa que é fácil Nani, Hugo Almeida e afins do lado, né? Lá na Europa o pensamento é diferente, mas aqui o pessoal morre de inveja do português. Cara passa a pensar em coadjuvantes de um e do outro por favor? Ah é Iniesta é coadjuvante do Barcelona, muito do que ele ganhou foi pra conta do Messi, tinha me esquecido.

Nori disse...

Daniel, pouco me importa se vc me leva a sério ou não, não ligo a mínima para isso. Quem usa o termo enganador é você, eu nunca usei. Iniesta é um espanhol que fez fol em final de Copa do Mundo quando a Espanha nunca tinha chegado a uma final, e ele já tinha vencido muito na base, e vencido uma Euro, mesmo jogando na seleção com a maior fama de amarelona da história até então.
Você que acha que Cristiano Ronaldo é enganador, eu acho ele um grande jogador, mas se tivesse que optar entre ele e Iniesta, contrataria Iniesta sem pensar duas vezes. O resto, o que vc acha é problema seu, o que eu acho é problema meu. E acredito que espertos são os que admiram de verdade os bons jogadores. Abs

Nori disse...

Iniesta coadjuvante? Não consigo parar de rir. E os coadjuvantes do Cristiano, são fracos? Estou sem fôlego de tanto rir.
Messi, sim, joga e decide. Craque, gênio. Cr7 é um excelente jogador, sem dúvida. Mas fico com o Iniesta.

Nori disse...

Maradona em 86 jogou com um bando de coadjuvantes e foi campeão. E nunca reclamou dos coadjuvantes.