quarta-feira, maio 03, 2006

ELE PODE SER MELHOR QUE PELÉ


Nada de polêmica gratuita. É opinião sincera, de quem ama o futebol e vive o futebol. Ronaldinho Gaúcho pode alcançar o que parecia impossível: ser melhor que Pelé, o Rei do futebol.
Como também pode ficar pelo caminho. Mas não me lembro de ter visto, depois que o Rei parou, nenhum jogador que reunisse tantas qualidades e se mostrasse um candidato tão forte ao trono do futebol.
Ronaldinho ainda é jovem, tem muito que evoluir. Parece ter uma personalidade como a de Pelé: o tipo do sujeito que tem tudo para ser mascarado mas não é, que preserva alguns valores de simplicidade que sua condição de estrela teria tudo para evaporar e que tem uma constituição física privilegiada.
Mas o que mais impressiona é a capacidade que Ronaldinho Gaúcho tem de se divertir no trabalho, mesmo levando tudo muito a sério. O cara joga sorrindo. E não tem nada que ver com a arcada dentária, é sorriso mesmo.
O irmão do Assis é forte, tem boa estatura, corre muito com e sem a bola, dribla melhor e é mais habilidoso que o Rei. Pelé tinha força, estatura, corria muito com e sem a bola, driblava com incomparável habilidade, chutava bem tanto de esquerda como de direita, era mortal no cabeceio e, acreditem, sabia marcar, ainda que não precisasse. Fora isso, o Rei do futebol fazia a leitura do jogo como ninguém. Seu cérebro processava as informações do adversário, do campo, da bola, do clima, de maneira até hoje incomparável.
Eu não acho que Ronaldinho será melhor que Pelé. Mas que ele pode ser, não tenho dúvidas. Talvez o que o ajude nesse caminho é o fato de jamais ter reivindicado a coroa e, no íntimo, talvez nem dar bola pra isso. Ele está mais preocupado em brincar de ser o melhor jogador de futbol do mundo.

10 comentários:

Leonardo Bianchi disse...

Puxa vida, parabéns pela sinceridade.
Não é fácil, alguém com sua projeção, publicar algo assim. Afinal, muita gente da imprensa enjoada tem a mesma opinião, porém torcem o nariz em função do modismo. A simples insinuação de comparação entre o Ronaldinho e o Pelé já vale a cruz, é o pecado consumado. Ora, quantas vezes não paramos de boca aberta e refletimos cutucando um colega do lado: “mas como joga muito esse Ronaldinho hein... Que habilidade, que humildade, que fantástico”. Muito do nosso favoritismo na Copa da Alemanha passa pelo Ronaldinho, assim como passava por Pelé nas copas em que atuou.

Um Abraço Nori... Parabéns mais uma vez pelo ótimo trabalho.

_rodrigo disse...

nossa, preciso processar. essa foi de impacto.

Milton Leite disse...

Grande, Nori.
Como você, não acredito que Ronaldinho chegue a ser Pelé, muito menos ultrapassá-lo. Na minha opinião, Pelé foi mais completou, conquistou mais do que Ronaldinho vai conquistar. Mas claro que Ronaldinho é o que tem mais possibilidades de chegar ao segundo lugar nessa corrida imaginária. Acho que o Gaúcho está se aproximando com muita velocidade de ultrapassar aqueles que são sempre citados no segundo lugar. Garrincha, Maradona, Cruyff (no é assim que escreve, né?), Beckembauer... E muitos outros que as imagens de TV e cinema não alcançaram com abrangência. E ressalto sempre que essas comparações de momentos históricos diferentes são muito complicadas. Será que se na Era Pelé houvesse o poder da mídia de hoje, os métodos de treinamento atuais, o profissionalismo do Século XXI o Rei não teria sido ainda maior do que foi??? A discussão é ótima!!

Cereto disse...

Não vi o Pelé jogar e por isso mesmo não posso fazer uma comparação. Aúncia coisa que vi do Pelé foi através de video tape, documentários e realmente fiquei muito impressionado. Assim como me deixaram impressionados Zico, Maradona( estes sim vi jogar) e agora Ronaldinho Gaúcho. Entendo que o Ronaldinho é mais espetacular do que eficiente, mas sem dúvida alguma tem potencial para ser o
Rei dos novos tempos e de tempos futuros.

Dila disse...

Acho que Parreira no 'Bem, amigos' encerrou a discussão dizendo que, na arte, gênio não tem comparação. Como comparar Mozart e Beetohoven? Cada um com seu estilo, com sua genialidade...

Alencastro, o Pedro disse...

Pois é. Nasci na década de 80 e vi poucos jogadores atuando, mas acho uma injustiça que muitos ignorem o Zidane nessa disputa, inclusive como o próprio Ronaldinho.

Stefson disse...

Não vi Pelé jogar e por ouvir tanto falar nele virei Santista. no caso Ronaldinho tenho dúvida se foi ou é melhor que Ronaldo e Henry (que pra mim tem um estilo mais bonito) ou Zidane, prefiro tentar comparar com Ronaldo ou Henry ou Zidane.
Pra Pelé e Maradona está fora para comparar.

Nori disse...

O objetivo deste é mesmo o debate em alto nível. Fico feliz que tenha gerado isso. Repito: não acho que vá aparecer alguém melhor que Pelé. Maradona poderia ter sido, mas sua vida pessoal acabou com o sonho. Parece que Ronaldo reúne as melhores possibilidades. O Gaúcho. Jovem, bom de bola, forte, num grande time. Se vai chegar lá? Acho que não. Mas tem cacife.

Sivinski disse...

Olá Noriega.

Acompanho o teu trabalho e respeito muito, mas assim como o Carsughi quero esperar o Ronaldinho se aposentar pra daí sim ver o q cada um fez e conquistou.

Pra finalizar, quero discordar do Milton(pessoa q tbm admiro pra caramba), Pelé jogou num tempo onde não existia tanta informação, não estou dizendo q naquela época o futebol era mais fácil ou mais difícil, apenas que hj em dia tudo mundo se conhece e fica mais complicado pra jogar.

Vai parecer idiota isso q vou deixar aqui, mas todas as pessoas ligadas ao futebol parecem temer tirar o título de rei do futebol de Pelé. Hj pode surgir um garoto com tanta ou mais capacidade que Pelé, mas sempre vão lembrar: Pelé o cara dos 1000 gols, o atleta do século, o supercampeão com o Santos e o Brasil.
Enfim, poderia o próprio Pelé voltar na figura de um garoto daqui a uns 15 anos q mesmo assim não tirariam o posto do rei Pelé.

Não acho justo o futebol ter um rei e que esse rei tenha um reinado que dure para sempre, o futebol é muito mais democrático. Acho q o mais justo é dizer que Pelé foi o rei do seu tempo e Ronaldinho está sendo hj. Assim como Maradona tbm foi nos anos 80.

Abraço e me desculpem pelo enorme texto.

Anônimo disse...

que vergonha este comentário, seu pai deve estar com vergonha de voce...