sexta-feira, outubro 14, 2005

Pobre futebol

Difícil falar sobre a vergonha de ontem na Vila Belmiro. Nossa equipe ameaçada, um câmera agredido, o Mário, pai de família, com dois filhos lindos, esperando que ele volte pra casa seguro, como os meus filhos, minha mulher, as famílias do Milton Leite, do Cereto, do Peres, da nossa equipe toda.
Tenho certeza que aquelas dezenas de selvagens não são os torcedores de verdade do Santos. Por que não dá pra entender tal comportamento de quem torce pro time do Pelé, pro melhor time brasileiro do século 21.
Claro que há barbaridades no comando do futebol, mas nada justifica a quase tragédia de ontem.
Saudades do tempo em que o futebol era apenas a mais gostosa diversão do brasileiro.

2 comentários:

Laguna disse...

Fala Cabeça...
Muito sinistro o que aconteceu com vcs ontem. O mínimo que se pode classificar este espisódio é de "vergonha". Realmente está difícil fazer com um mínimo de dignidade esta nossa profissão já tão detonada. Força para todos vocês.

RBorges disse...

Eu não sei o que aconteceu especificamente com vocês, mas fico feliz que estejam todos bem - fora o trauma. Infelizmente eu não conheci o futebol apenas como "a mais gostosa diversão do Brasileiro".